Home‎ > ‎Artigos Peregrinos‎ > ‎

BATE PRONTO COM LILLIAN JOPPERT



BATE PRONTO COM LILLIAN JOPPERT

Autora: Lillian Joppert


Supercredencial Peregrina

O que faltou? Talco Polvilho Granado, Papel Higiênico. 

O que mudaria? Em vez de uma bermuda e uma calça bermuda, levaria 2 calças- bermudas. 

O que foi de mais? Remédios, não usei anti- inflamatório as pomadas . O que for necessário se compra lá. 

O indispensável - Tampões de ouvido, filtro solar, cartão do banco, pois eu tirava direto da minha conta e as taxas eram as melhores, e sacava a qualquer hora, não dependia de horários. Paninhos umedecidos (aqueles de avião, no matinho são o máximo). 

O que você mais gostou? A solidariedade e do carinho dos peregrinos e principalmente dos Hospitaleiros. 

A maior curtição-- Juntar sellos e fazer uma credencial enorme. Encher o chapéu de Pins. 

Maior mico: Chegar no albergue de Astorga de carro ´por causa das bolhas e levar uma vaia. Só depois os peregrinos entenderam o porque. 


O que você mais fez durante o caminho? Chorei muito, ri muito, cantei e rezei. Fora que eu conheci todos os matinhos também. 

Pessoas do Caminho - Acácio, meu anjo da guarda; Gustavo, meu marido e companheiro de todas as minhas loucuras; Jumara, Rafael e Flávia companheiros da maior parte da minha caminhada e as pessoas que encontrei pelo caminho, Pureza, Felicidad, Jato, Inácio, Laura, Begônia. 

O que você não gostou? Do banho em etapas ´por causa do controle manual da água (com uma mão você se ensaboa e com a outra segura o registro para a água sair). Era impossível lavar as costas. 

Melhores Albergues - Ventosa, Ponferrada. 

Piores Albergues - Vilar de Mazarife, Zubiri, Belorado. 

Bebida ---- Muito vinho, água e café com leite. 

Comidas do caminho: Bocadillos ( sempre de queijo que não estraga). Pois só vamos comê-lo no dia seguinte. tortillas, croissants e madalenas nos bares. 



(*) Texto Original publicado no Portal Peregrino: www.caminhodesantiago.com.br

 ‎VOLTAR