Home‎ > ‎Cam Monsenhor Alderigi‎ > ‎

FINAL


ORAÇÃO PARA PEDIR GRAÇAS AO MONSENHOR ALDERIGI

Ó Deus, Uno e Trino, que, em vossa infinita bondade, inspirastes a vosso servo Alderigi, sacerdote exemplar, um grande desejo de santidade e o cumulastes de tantas graças, concedei-me imitar seu ardente amor ao Santíssimo Sacramento, sua devoção filial a Maria Santíssima, sua entrega total ao serviço da Igreja, seu espírito de sacrifício, seu zelo pelas vocações sacerdotais e religiosas e sua dedicação generosa para com os pobres. Senhor, eu vos peço, em conformidade com vossa santíssima vontade, que ele seja incluído no número dos vossos santos e que, por sua intercessão, eu venha a alcançar a graça que solicito. Amém.

(Diga, neste momento, a graça que deseja alcançar!)

Pai nosso, Ave Maria e Glória ao Pai.

(Com aprovação eclesiástica)





FINAL

A peregrinação é uma prática milenar de introspecção, resignação e reflexão. O “Caminho de Monsenhor Alderigi” é curto diante do “Caminho da Fé” ou do “Caminho de São Tiago de Compostela”. Mas é um ótimo começo para quem tem o desejo de fazer esse tipo de experiência de Fé. Cheguei muito emocionado em Santa Rita, como devoto do Servo de Deus Alderigi, senti uma grande renovação da minha fé durante a caminhada.” (Rodrigo Aparecido Lopes, Prefeito Municipal de Andradas/MG)


Mais um Diploma auferido, que guardarei com muito carinho e boas lembranças no coração!

Toda peregrinação deve levar o fiel a um processo de conversão e encontro com Jesus Cristo, como bem afirmou o Padre Andrey Nicioli.

Nesse sentido, no dia 05 de outubro passado, ocorreu a peregrinação inaugural do Caminho de Monsenhor Alderigi, que passa pela zona rural dos municípios de Jacutinga, Andradas, Ouro Fino e Santa Rita de Caldas.

O roteiro, recém sinalizado, visa enaltecer a vida do Padre Alderigi, que nasceu em Jacutinga, em 1895.

Desde pequeno, ele sentiu o chamado de Deus para a vida sacerdotal, assim, cultivou a semente da vocação através da oração, da vida comunitária em sua paroquia e da constante participação nos sacramentos.

Depois dos estudos no Seminário de Pouso Alegre, foi ordenado sacerdote em 1920 e já no início de seu ministério sacerdotal, exerceu importantes funções.

Em Pouso Alegre foi Vigário Cooperador na Catedral Metropolitana e Diretor do Ginásio Diocesano, atual Colégio São José. Logo depois, foi nomeado Vigário de Brasópolis, onde permaneceu por alguns meses.

Por um curto período, esteve também à frente da paróquia de Camanducaia, mas foi em Santa Rita de Caldas que viveu a maior parte de sua vida e ministério, ficando ali por 50 anos e sendo enterrado em 1977.

Em vida, Padre Alderigi já possuía uma difundida aura de santidade e muitas são as pessoas que relatam ter recebido graças de Deus após ter pedido sua bênção e seus conselhos.

O Padre tem um processo de beatificação em andamento no Vaticano e hoje é chamado Servo de Deus.

Este título indica que um processo está sendo realizado para que a Igreja reconheça, oficialmente, que ele viveu de modo heroico, com as virtudes cristãs, para que possa ser apresentado como modelo de santidade a todos os católicos.


A alegria de concluir mais um Caminho. Obrigado, Deus e Monsenhor Alderigi!

Pois bem, foi com o intuito de desvendar mais um roteiro inédito e avivar, ainda mais, a chama de minha fé cristã, que fui conhecer esse novel Caminho e, confesso, em nenhum momento me decepcionei com o que vi e vivenciei durante o percurso.

Pois nele, escalei serras belíssimas, “ouvi” o som do silêncio, comunguei com a exuberante natureza que o cerca e transitei por locais/comunidades, onde a hospitalidade para com os peregrinos emociona e nos dá forças extras para seguir em frente.

Embora tenha sido apenas 2 dias de caminhada, voltei renovado no espírito e imensamente agradecido ao Criador pela beleza das paisagens que circundaram o meu deslocamento pelas “terras das Gerais”.

Por derradeiro, um especial agradecimento a “Associação do Caminho de Monsenhor Alderigi Torriani”, na pessoa de seu Diretor-Presidente Odval Aparecido Bertolassi, que mapeou e sinalizou esse trajeto.

Para encerrar, nada como recordar as palavras do Servo de Deus Alderigi:

...quem não se converter, mudar de vida, quem não se reconciliar com Deus e os irmãos, pode desistir de tal benção, pois Deus não pode entrar em coração fechado para ele e para os irmãos.


Bom Caminho a todos!

Novembro/2019

 ‎VOLTAR