Home‎ > ‎Caminho da Fé‎ > ‎2014 - CAMINHO DA FÉ‎ > ‎

9º dia – PEDRINHAS à APARECIDA – 21 quilômetros


9º dia – PEDRINHAS à APARECIDA – 21 quilômetros



Finalmente, chegávamos à derradeira etapa.

Estávamos muito próximos de nossa meta final, e o clima melhorara, pois a chuva se fora.

Assim, com tranquilidade, tomamos o café da manhã preparado por Dona Maria, às 5 horas.

Depois de meia hora, iniciamos a jornada do dia com nossas lanternas ligadas e, então, passamos pelo distrito de Pedrinhas/Guaratinguetá, onde eu aproveitei a iluminação urbana ali existente, para fazer um pequeno ajuste em minhas botas.

Duzentos metros à frente, observando à sinalização, adentramos à direita, em larga estrada de terra e seguimos em bom ritmo, enquanto lentamente o dia raiava.


Km 04,0 – Mais um dia que nasce.


Km 06,0 – Restam 15 quilômetros até a Basílica de Aparecida.


Km 07,0 – Estrada larga, reta e plana, rumo à Potim.



Km 10,0 – O forte nesse trecho são as grandes pastagens e os rebanhos leiteiros.


Km 12,0 – Pensativo e compenetrado, o Márcio caminha à minha retaguarda.


Km 12,0 – Momento de alegria e descontração no Caminho.


Km 13,0 – Grandes estirões retilíneos se sucedem à nossa frente.


Km 17,0 – Igreja matriz de Potim.


Km 18,0 – Após transpor o rio Paraíba por uma ponte, finalmente, a primeira visão nítida da Basílica de Aparecida.


Km 21,0 – Emoção pela chegada sem atropelos ou intercorrências.


Obrigado, Mãe Aparecida, por todas as graças alcançadas!


Adeus casa da Mãe Maria e, se Deus permitir: até breve!


Meu Diploma do Caminho da Fé.

RESUMO DO DIA: Tempo gasto: 4 h 30 min – Clima: frio de manhã, com a temperatura variando entre 06 e 20 graus.

IMPRESSÃO PESSOAL: Uma etapa tranquila, e toda plana. Porém, os derradeiros 9 quilômetros, feitos sobre asfalto, bem como a passagem pela cidade de Potim, deixam o caminhante desanimado, irritado e toda a animação se desvanece, por conta do lixo espalhado pelas ruas, calçadas estreitas, trânsito caótico, cães vadios, etc.. Porém, a chegada à casa da Mãe Aparecida é emocionante, e compensa qualquer sacrifício.