Home‎ > ‎

Caminho do Rosário


2020 – CAMINHO DO ROSÁRIO - APARECIDA

O Rosário acompanhou-me nos momentos de alegria e nas provações. A ele confiei tantas preocupações; nele encontrei sempre conforto.” (São João Paulo II) 




Desde sua recente inauguração, eu tinha a viva intenção e curiosidade de percorrer o Caminho do Rosário.

Assim, estando em Aparecida para iniciar o Caminho da Fé Reverso, não perdi tempo e fui conhecer esse roteiro de diminutas dimensões, todavia, pleno de atrações, religiosidade e incomensurável belezas naturais.

Um pouco do que vi e senti no trajeto, conto abaixo.


INFORMAÇÕES SOBRE ESSE CAMINHO

Desde 14 de outubro de 2018 os romeiros e turistas que visitam o Santuário de Aparecida contam com mais uma atração.

É o Caminho do Rosário, um percurso de cerca de 1.300 metros, que liga a Basílica de Aparecida ao Porto de Itaguaçu, onde a imagem de Nossa Senhora foi encontrada em 1717.

Todo o trajeto margeia o rio Paraíba do Sul e proporciona uma paisagem lindíssima, seja pela natureza local de mata ciliar, ou pelas 128 esculturas criadas pelos artistas paraguaios Blas e Ângela Servín e montadas ao longo percurso, que oferecem ao devoto uma experiência de museu a céu aberto e retratam os mistérios do Rosário: Gozosos, Dolorosos, Gloriosos e Luminosos.

Trata-se de um convite para que o romeiro percorra o trajeto rezando o terço ou refletindo sobre o Novo Testamento, qual seja, a vida de Jesus e da Sagrada Família. 


As indicações do Caminho estão em toda parte do Santuário.

Além das estatuárias, o itinerário conta também com 90 espécies de plantas que são significativas na Bíblia como Acácias, Ipês, Jacarandás, Manacás, Tamareiras, Romãs, entre outras.

Ao entrar nesse local de oração, as pessoas são acolhidas pela imagem de Nossa Senhora Aparecida.

O espaço dedicado à Padroeira do Brasil é envolto de rosas brancas, remetendo os visitantes ao principal objetivo desse caminho, que é a paz, a serenidade e o conforto, qualidades que definem as mães.

As rosas brancas também representam o desejo de gratidão dos devotos a Nossa Senhora, que ofertam a Ela uma coroa de rosas todas as vezes que rezam o Rosário.

O percurso, além de sombreado, conta com banheiros, bancos para descanso, câmeras de segurança e é acessível a pessoas com necessidades especiais.

Se você tem uma viagem programada a Aparecida, não deixe de conhecer o Caminho do Rosário, mesmo acompanhado de crianças ou idosos.


A MINHA EXPERIÊNCIA NESSE CAMINHO

Um cristão sem Rosário é um soldado sem armas”. (São Miguel Febres) 


Túnel/passarela de acesso à Casa do Romeiro.

Eu apeei do ônibus na cidade de Aparecida e me registrei num hotel adredemente reservado, onde deixei minha mochila guardada.

Em seguida, me dirigi à Basílica e, primeiramente, fiz uma visita à imagem milagrosa de Nossa Senhora Aparecida.

Depois, seguindo as fartas indicações existentes no interior do Santuário, me dirigi à Casa do Romeiro, localizada próximo do Hotel Rainha do Brasil, onde há local para estacionamento de veículos, banheiros, algumas lojinhas e a Casa do Pão. 


A Cidade do Romeiro.

Oficialmente, ali tem início o Caminho do Rosário, que segue por avenidas planas e muito bem sinalizadas, mostrando a união de arte, oração e natureza, tendo o rio Paraíba do Sul fluindo, o tempo todo, pelo lado direito do trajeto, até o porto Itaguaçu.

Logo no início do roteiro há uma imagem estilizada de Nossa Senhora Aparecida, semelhante àquela encontrada em 1717.

Durante todo o trajeto existem 22 confortáveis bancos com pergolados, que ainda não oferecem sombras tão acolhedoras, pois a inauguração do local é recente. 


Locais para descanso ao longo do trajeto.

Contudo, trata-se de um bom lugar para descansar e apreciar a fauna e flora local, bastante ricas, por sinal.

Há também um quiosque onde se pode adquirir água para a necessária hidratação.

Aliado à novidade, passou a funcionar o Trem do Devoto, cujos trilhos percorrem ao lado do caminho de fé com vista panorâmica, uma opção para o romeiro programar a sua peregrinação num percurso a pé e outro de trem, na ida ou na volta. 


Uma das muitas esculturas que enfeitam esse Caminho.

Para se dar bem no trajeto, é recomendável calçados confortáveis, roupas leves, usar chapéu ou boné, utilizar filtro solar e repelente, sendo que sanitários só existem no início e no final do roteiro.

É recomendável, ainda, que o romeiro ou visitante percorra o itinerário rezando o terço, ou mesmo, refletindo através dos belos cenários implantados no traçado.

Lembrando que o percurso contém 20 cenários e um total de 128 esculturas confeccionadas pelos artistas paraguaios Blas e Ângela Servín, apresentando os quatro Mistérios do Rosário:

1 - GOZOSOS: A Anunciação, A Visitação, A Natividade, A Apresentação de Jesus no Templo e O Encontro do Menino Jesus no Templo.

2 - DOLOROSOS: A Agonia no Horto das Oliveiras, A Flagelação de Cristo, A Coroação de Espinhos, O Transporte da Cruz e A Crucificação.

3 - GLORIOSOS: A Ressurreição, A Ascensão, A Vinda do Espírito Santo, A Assunção de Maria e A Coroação de Maria.

4 - LUMINOSOS: O Batismo de Jesus no Rio Jordão, O Milagre nas Bodas de Caná, A Proclamação de Jesus sobre o Reino de Deus, A Transfiguração de Jesus e A Instituição da Eucaristia. 


Belíssimas esculturas ornamentam todo o percurso.

De se ressair que, conforme as informações dadas à imprensa pelo padre Daniel Antônio da Silva, administrador-ecônomo do Santuário Nacional de Aparecida:

“O local foi pensado a partir de cenários, posto que cada mistério tem diferentes simbologias como, por exemplo, os mistérios dolorosos são mais introspectivos e usam as cores roxo e vermelho escuro, enquanto as partes da anunciação, usam cores alegres, com flores brancas e amarelas”. 


Ao fundo, arco existente no Porto Itaguaçu, onde se vira à direita.

Importante ressaltar, ainda, que o Caminho do Rosário foi todo planejado visando à proteção do meio ambiente, ou seja, cuidaram da mata ciliar existente junto às margens do rio Paraíba do Sul.

São ao todo 90 espécies de plantas que fazem parte de todo o caminho, como a Tamareira, Capim de Texas Rubro, Inhame Roxo, Aspaganto Roxo, Ipê, Romã, Caliandra, Oliveiras, dentre outras. 


Igrejinha existente no Porto Itaguaçu.

E, por fim, fique atento à fauna que frequenta o local, pois é possível avistar pássaros das mais variadas espécimes como beija-flores, sabiás, bem-te-vis, sanhaços, joões-de-barro, coleirinhas, pardais, etc... e, se você tiver sorte como eu, tucanos e jacutingas.

O final do Caminho dá acesso para uma rua com lojinhas e feirinha, e ao Porto Itaguaçu, onde é oferecido passeio de barco e há uma capela, banheiros, além de proporcionar vista majestosa do rio Paraíba e uma paz intensa. 


Cruz existente no Porto Itaguaçu, junto ao rio Paraíba do Sul, ponto final do Caminho.

Ali, depois de visitar e fotografar as atrações do local, retornei caminhando sobre meus passos, em direção ao Santuário de Aparecida.


FINAL

Se quiserdes que a paz reine em vossas casas e em vossa Pátria, rezai todos os dias, em família, o Santo Rosário.” (São Pio X) 



E VIVA Nossa Senhora Aparecida!!

O QUE É UM ROSÁRIO? 

O rosário é um “cordãozinho” que possui diversas contas e que as pessoas usam para rezar.

Ele contém 150 Ave Marias e cada conjunto de dez Ave Marias do rosário representa uma determinada passagem da vida de Jesus Cristo e de sua mãe Maria.

O conjunto de 5 dezenas dessas passagens recebe o nome de “Mistérios”. 


Um rosário completo.

Até 2002, existiam três Mistérios, no entanto, nesse ano, o Papa João Paulo II instituiu os Mistérios Luminosos, inserindo mais cinco dezenas.

Curiosidade: O que tem a ver um terço com um rosário?

Bem, o próprio nome já diz: O terço contém 50 Ave Marias, portanto, é a terça parte (150/3) de um rosário.


FINALIZANDO....

O Caminho do Rosário possui 1.132 metros de extensão e tem como principal função oferecer um espaço de oração para os turistas e peregrinos.

É um ambiente de muita paz, calma e silêncio, sendo que o recomendável é percorrer seu traçado rezando o terço.

Trata-se, na verdade, de uma sensacional experiência de caminhar e poder vivenciar momentos que nos remetem à vida de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Tudo nele foi pensado para que ao percorrer esse itinerário, possamos orar e refletir sobre cada mistério do Santo Rosário. 


Caminho do Rosário, uma experiência maravilhosa, que recomendo a todos!

A paz em cada passo, permite que pessoas de todas as idades façam o caminho com tranquilidade, e cadeirantes também não encontram dificuldades, uma vez que o percurso todo é plano.

Finalizando, diria que o Caminho do Rosário propicia uma caminhada prazerosa, pois se atravessa inúmeros jardins, com muitas flores perfumadas, árvores, coqueiros, vários locais para trepadeiras que quando estiverem crescidas formarão uma boa sombra, e bancos para descanso.

Enfim, vale a pena e muito, vivenciar essa experiência oracional e de fé!

Bom Caminho a todos! 

Novembro/2020