Home‎ > ‎Partidas de Xadrez‎ > ‎

ABERTURA DOS QUATRO CAVALOS


ABERTURA DOS QUATRO CAVALOS

Igor V Glek vs Frank Kroeze - Holanda 1996


1.e4 e5 
2.Cf3 Cc6 
3.Cc3 Cf6 
4.g3 
Essa jogada é considerada a mais atual. Visa manter o controle do centro à distância com o bispo em g2 e ainda ter o roque bem protegido com o auxílio de mais uma peça. Apesar da aparente perda de um tempo (já que g3 não ataca o centro e não é jogada de desenvolvimento) o branco tem um plano consistente - terminar o desenvolvimento e prosseguir com um ataque na ala do rei. No Brasil, os especialistas dessa variante são os cariocas GM Darcy Lima e MF Sady Dummont. Em Minas Gerais, podemos encontrar essa linha nas partidas de Juliano Matias (Tupaciguara), campeão mineiro de 1999. 
4 ... d5 
Quando o adversário joga pelas alas (como o lance g3 branco) o melhor que temos a fazer é contra-atacar no centro. Poderíamos optar por 4...Bb4, 4...Bc5, 4...g6 ou ainda o menos usado 
4...Cd4). 
5.exd5 
Quando tivermos peão central x peão central poderemos trocar sem problemas. O branco poderá pressionar quando desejar o peão de e5 que ficou exposto na coluna semi-aberta. 
5 ... Cxd5 
6.Bg2 Cxc3 
As negras pretendem ter uma melhor estrutura de peões, já que o branco ficará com peões dobrados na coluna c e outro isolado na a. 
7.bxc3 Bd6 
Outra possibilidade era 7...Be7. A idéia do lance do texto é dar apoio ao peão de e5, entretanto, nota-se que o bispo fica pouco ativo nessa casa. 
8.0–0 0–0 
9.Tb1! 
Uma novidade, até então jogava-se 9.d4. A torre ocupa a coluna semi-aberta e ainda impede o desenvolvimento do bispo negro, que tem de ficar vigiando o peão de b7. 
9 ... Tb8 
Torre passiva. Se compararmos ambas as torres (b1 e b8) veremos que a do branco é muito mais ativa. Quanto maior o raio de ação da peça tanto melhor! 
10.d4 
Querendo trocar os peões e assim, desdobrar o peão da coluna c. 
10 ... Bg4 
Outras jogadas possíveis eram 10...Bd7 ou 10...Te8
11.h3 Bd7 
As negras acham prudente manter o bispo na diagonal c8-h3. Apesar de tudo, era melhor deixá-lo em h5, para ajudar na defesa do rei ou até mesmo 11...Bxf3. A partida mostrará que o bispo em d7 assumiu uma postura muito passiva e acabou colaborando para a derrota das pretas. 
12.Dd3!? 
12 ... exd4?! 
Teria evitado muitos problemas a jogada 12...h6!. 
13.Cg5! g6 
14.cxd4 Cb4 
Se 14...Bf5 15.Be4 com vantagem. 
15.Dd2 Cxa2 
As negras subestimam a força do ataque branco, mas, logo veremos que o primeiro jogador tem um lance fortíssimo. Devemos ter muito cuidado com capturas de peões no canto do tabuleiro, devido a peça ter que ficar fora de jogo por algum tempo e ainda, em alguns casos, ser tema de ataque. 
16.Cxh7!! 
A partir de agora as brancas conduzem a partida de forma magnífica, executando lances táticos com extrema maestria. 
16 ... Rxh7
17.Dh6+ Rg8 
18.Bd5! Cc3 
Para 18...Cxc1 seguiria 19.Dxg6+ Rh8 20.Dh6+ Rg8 21.Be4! ou 18...Df6 19.Bxa2. 
19.Dxg6+ Rh8 
20.Dh5+! Rg8 
21.Bc4!! 
Naturalmente, se quisessem empatar jogariam 21.Qg6+. 
21 ... b5?! 
Melhor teria sido 21...Df6, no entanto, depois de 22.Bd3! o branco ainda teria um ataque 
perigosíssimo. 
22.Bg5! Be7
23.Dg6+ Rh8 
24.Bf6+!! Bxf6 
25.Dh6+ Rg8 
26.Bd3 Ce2+ 
27.Rh2 
O mate viria depois de 27.Rh2 Te8 28.Bh7+ Rh8 29.Bg6+ Rg8 30.Dh7+ Rf8 31.Dxf7++.

1-0


Fonte: www.soxadrez.com.br