Home‎ > ‎Partidas de Xadrez‎ > ‎

ANÍBAL E SEUS ELEFANTES


ANÍBAL E SEUS ELEFANTES

Contam as crônicas que no século III A.C o grande general cartagines, Anibal, derrotou, em importantes batalhas, os exércitos da antiga Roma. 
Foi decisivo em suas brilhantes vitórias, além de sua grande capacidade como chefe militar, a inclusão em seu exercito de uma impressionante manada de elefantes, com a qual cruzou os Pirineus e os Alpes, chegando às portas de Roma.
Os romanos ficaram alucinados quando viram que o inimigo não lhes atacava só com os meios tradicionais, senão que lhes lançava uma terrível manada de paquidermes africanos de 4 metros de altura e seis toneladas de peso, correndo, à toda velocidade, até eles. 
Desnecessário dizer que as ordenadas filas do exercito romano se converteram em um tremenda desordem, em um salve se quem puder, correndo espavoridos para todos os lados para não morrerem esmagados. 
Pois bem, não menos terríveis são a parelha de elefantes (bispos) de Steinitz nesta partida, os quais possibilitam um espetacular sacrifício de dama, que sela o destino das negras. 


Steinitz  x  Rock  -
Londres, 1863 

[Guerrero,Richard]

Partida no visor

1.e4 e5 2.Cf3 Cc6 3.Bc4 Bc5 4.b4!?
Steinitz joga o romântico Gambito Evans, uma das aberturas mais temidas no século XIX.
4...Bxb4 5.c3 Ba5
(5...Bc5!?) (e 5...Be7!? são as melhores alternativas.)
6.O-O
(6.d4! Diretamente, está considerada pela teoria atual como mais forte.)
6...Cf6 7.Ba3!?
Interessante possibilidade, acelerando o desenvolvimento, sem preocupar-se em defender o peão atacado. (7.d4 É a jogada mais habitual nesta posição.)
7...Bb6?!
(A um jogo incerto teria conduzido a captura por parte das negras do segundo peão com 7...Cxe4!? 8.Db3 Df6 9.Te1 Cd6 10.Cxe5! O-O!
(não 10...Cxe5?? 11.d4! ganhando rapidamente.) 11.Bxd6 cxd6
(11...Dxd6?? 12.Bxf7+! Rh8 13.Cg6+!! hxg6 14.Te3! seguido da imparável Th3 com vitória imediata.) 12.Cxf7!? Bb6! Chegando-se a uma complicada posição com possibilidades para ambos bandos. (12...Txf7?? 13.Te8#)) (7...d6! Sustentando o centro e fechando a perigosa diagonal a3-f8, com o que seria possível rocar, parece dar às negras um jogo mais seguro do que a jogada da partida.)
8.d4!
Steinitz, fiel ao espírito deste gambito, procura fazer as jogadas mais enérgicas. (A considerar são: 8.Cg5 d5 9.exd5 Ca5!
(Muito perigoso era 9...Cxd5 por 10.Cxf7! Rxf7 11.Df3+ Re6 forçada 12.d4! com ataque muito forte das brancas.)) (e 8.Db3 d6! 9.Bxf7+ Rf8!)
8...exd4
(volta a ser possível 8...d6!? 9.dxe5 Cxe4!
(não 9...Cxe5? 10.Cxe5 dxe5 11.Db3!) (nem 9...dxe5? 10.Db3) 10.Dd5?!
(se 10.Bxf7+ Rxf7 11.Dd5+ Be6 12.Dxe4 Cxe5!) 10...Be6! 11.Dxe4 d5!)
9.Db3!?
Com ameaça direta de mate em f7. Steinitz não anda pelas ramas e vai direto ao grão. (Variantes interessantes eram 9.cxd4!?) (e 9.e5 d5!)
9...d5??
Uma jogada nefasta! Um gravíssimo erro que manda as possibilidades de defesa para os ares! Sobretudo tendo em conta que o rival é praticamente infalível. É o grande Steinitz, mundialmente conhecido por ser mais perigoso que um barbeiro com raiva, e por fazer combinações como quem faz churros... (9...d6! 10.Bxf7+ Rf8! teria dado ainda muita guerra.)
10.exd5! Ca5
(Não era melhor 10...Ce7 11.Te1! Cg8 12.Bb5+! Rf8
(12...Bd7 13.Ce5! Bxb5 14.d6! ganhando espetacularmente.) 13.Cg5! f6 14.d6! e as negras estão completamente fritas.) (Teria sido um festival para as brancas 10...Cb8 11.Te1+ Rd7 12.Ce5+ Re8 13.Bb5+!)
11.Te1+!
(Também havia uma segunda maneira de ganhar espetacularmente com 11.Bb5+! c6 12.dxc6! bxc6
(12...Cxb3 13.cxb7+ Bd7 14.Te1+ com mate em poucos lances.) 13.Te1+ Be6
(13...Rd7 14.Dxf7+) 14.Txe6+! Rd7
(14...fxe6 15.Dxe6+) 15.Txc6!! Cxb3
(15...Cxc6 16.Dxf7+ Rc8 17.Ba6+ Rb8 18.Db7#) 16.Ce5+! Re8 17.Te6#!)
11...Be6
E agora Steinitz vai realizar uma das combinações mais bonitas e estupendas que se conhece. (11...Rd7 12.Ce5+ Re8 13.Db5+! c6
(13...Bd7 14.Cxd7+ De7 15.Cxf6+! Rd8 16.Bxe7+) 14.dxc6 bxc6 15.Bxf7#)
12.dxe6!!
Um magnífico sacrifício de dama, fruto de um cálculo muito preciso.
12...Cxb3 13.exf7+ Rd7 14.Be6+! Rc6 15.Ce5+
As negras têm menos futuro que a Ciciolina no "Concilio de Trento..."
15...Rb5 16.Bc4+ Ra5
(16...Ra4 17.axb3+ Ra5 18.Bb4#)
17.Bb4+ Ra4 18.axb3#!
A impressionante parelha de elefantes branca foi decisiva na brilhante vitória de Steinitz.
1-0

(Tradução: E. Muniz)

Partida no visor

Fonte: http://www.torre21.com/