Home‎ > ‎Partidas de Xadrez‎ > ‎

DOIS SACRIFÍCIOS EFICAZES


DOIS SACRIFÍCIOS EFICAZES

Por Javier Vargas / Grupo Reforma 

Às vezes, os valores convencionais das peças de xadrez perdem vigência. É quando surgem os sacrifícios, definidos como entrega de material ou troca de uma peça por outra de menor valor teórico. 

Há sacrifícios de duas classes: voluntários e obrigados.

Os primeiros formam parte de um plano de ataque no curso do qual se espera recuperar com vantagem o material sacrificado ou dar xeque-mate. 

Os segundos, forçados, ocorrem quando um jogador se vê obrigado a entregar alguma peça ou peão para evitar males maiores.

À rigor, sacrifício é uma oferenda a uma divindade. É sinônimo de obséquio, Daí que há quem afirme que os sacrifícios enxadrísticos são uma oferenda à Caissa, deusa hindu do xadrez.

Segundo o mestre Rudolf Spielmann, em seu livro "A arte dos sacrifícios", estes representam "uma excepcional e importante fase da luta. Seu objetivo não é somente a beleza que representam, tem a comum função de aumentar a efetividade das outras peças... se possível, de maneira repentina. 

Em posições iguais, tem o propósito de ganhar tempo; porém a maior parte de suas vantagens consiste em poder explorar os erros cometidos pelo adversário... Um sacrifício feito no momento adequado dá a oportunidade de ganhar a partida".

Na seguinte, o lado branco faz dois eficazes sacrifícios: um de bispo e o outro de torre. O primeiro, teórico, tem por objetivo enfraquecer o roque do rei negro; o segundo, surpreendente, abre brecha para a penetração da dama e para o arremate com uma rede de mate.

Corresponde à quinta rodada de um torneio que está sendo jogado na Sibéria e que leva o nome do ex-campeão mundial Anatoly Karpov.


Brancas: Alexander Onischuk (2655) Ucrania  -  Pretas: Givanni Vescovi (2590) Brasil  -  Poikosvsky, Rússia, 20 de abril de 2002

Defesa Nimzoindia, variante Rubinstein, (Eco E54)


1. d4 Cf6 2. c4 e6 3. Cc3 Bb4 4. e3 O-O 5. Bd3 d5 6. Cf3 c5 7. O-O cxd4 8. exd4 dxc4 9. Bxc4 b6 10. Bg5 Bb7 11. Te1 Cbd7 12. Tc1 Tc8 13. Db3 Bxc3 14. Txc3 De8 15. Cd2 h6 16. Bxh6!
 (Primeiro sacrifício para destruir o roque do rei negro) gxh6 17. Th3 Txc4 18. Cxc4 Rg7 19. Dg3+ Rh7 20. Dd3+ Rg7 21. Cd6 Db8 22. Txe6! (Segundo sacrifício para facilitar a entrada da dama) fxe6 23. Tg3+ Cg4 24. Txg4+ Rf6 25. Dh7 e as pretas abandonam, 1-0

(Tradução: Anderson de Jesus)


Fonte: http://www.torre21.com/