Home‎ > ‎Partidas de Xadrez‎ > ‎

KAMIKAZES!


KAMIKAZES!

Entusiastas do tabuleiro. Rudolph Charousek foi um brilhante jogador húngaro de finais do século XIX que, não fosse por seus graves problemas de saúde (faleceu de tuberculose quando tinha somente 27 anos), teria se tornado um dos mais firmes candidatos ao título de campeão mundial.
Acontece que, ainda que sua carreira enxadrística tenha sido forçosamente curta, conseguiu se destacar nos mais importantes torneios internacionais de seu tempo, fazendo gala, em cada atuação, de um talento fora do comum. 
Na vistosa partida que segue, Charousek destroçou por completo o roque do rei adversário à base de lançar-lhe, uma e outra vez, seus bispos em plano suicida, como se fossem aviões kamikazes japoneses da Segunda Guerra Mundial.

Hermann  x  
Rudolph Charousek  -  
Budapest, 1896

[Richard Guerrero]

1.e4 e5 2.Cf3 Cc6 3.Bc4 Cf6
A Defesa dos Dois Cavalos. Provavelmente, o melhor contra a Abertura Italiana.
4.Cc3?!
Um movimento muito frouxo, que permite um contra-golpe central imediato. (O branco devia escolher entre as agudas variantes abertas. 4.Cg5!?) (e 4.d4!?) (ou bem, jogar mais tranqüilo com 4.d3!?)
4...Cxe4!
Sem medo!
5.Cxe4
(Não era melhor 5.Bxf7+ Rxf7 6.Cxe4 d5! 7.Ceg5+ Rg8! seguido de 8...h6!, com clara vantagem do negro.)
5...d5
Recuperando rapidamente a peça com excelente posição.
6.Bxd5
(Errôneo era 6.Bb5? dxe4 7.Cxe5 Dg5! 8.d4
(8.Cxc6 Dxb5! 9.Cd4 Dg5! 10.O-O?? Bh3!) (8.f4 Dxg2 9.Tf1 Dxh2! 10.Cxc6 a6! 11.Ba4 Bd7!) 8...Dxg2 9.Tf1
(9.Dh5? Dxh1+ 10.Re2 g6! 11.Cxg6 Df3+!
(11...fxg6 12.De5+)) 9...a6! 10.Dh5
(10.Bxc6+ bxc6 11.Cxc6 Bh3!) (10.Ba4 Bh3!) 10...g6! 11.Cxg6
(11.Bxc6+ bxc6 12.Cxg6 hxg6! 13.Dxh8 Bh3!) 11...hxg6! 12.Dxh8
(12.De5+ Be6! 13.d5 axb5!) 12...Bh3! 13.Bh6
(13.De5+ Be7! 14.Dh8+ Rd7! 15.Dxa8 axb5) 13...O-O-O! 14.Bxf8
(14.Bxc6 Dxf1+) (14.O-O-O Be7! 15.Dh7 axb5 16.Dxf7 Bg5+! 17.Bxg5 Dxg5+ 18.Rb1 Bxf1) 14...axb5! 15.O-O-O Dg5+! 16.Rb1 Bxf1 17.Txf1 Cxd4 ganhando.) (Por outro lado, era interessante 6.Bd3!? dxe4 7.Bxe4)
6...Dxd5 7.Cc3 Dd8
(Era de considerar 7...Da5!?)
8.O-O Bd6
(8...Bg4!? também era uma ativa possibilidade.)
9.d3
(Contra 9.d4 a melhor resposta é 9...Bg4!
(já que se 9...exd4 10.Cb5!
(10.Cxd4?? Cxd4! 11.Dxd4 Bxh2+! 12.Rxh2 Dxd4)))
9...O-O
(9...Bg4!?)
10.h3 f5 11.Te1 Bd7?!
Uma jogada pouco precisa, que podia ter criado dificuldades para o desenvolvimento das peças negras em geral, particularmante da dama.
12.De2?!
Omitindo o deslize. (12.Bg5! Teria sido muito molesta para o negro, já que a dama deve ir a "c8" ou "b8", posto que se 12...De8?! 13.Bf4!)
12...De8
Agora, em troca, a dama pode dirigir-se ao flanco do rei sem problemas.
13.Be3 Dg6 14.Rh1 f4!?
Uma interessante jogada, que, apesar de conceder às brancas um ponto forte em "e4", parece que confere mais vantagens do que inconvenientes, pois em troca desta "debilidade" o negro vai conseguir um jogo aberto e dinâmico. (14...Tae8!? também teria sido forte, acrescentando mais efetivos antes de iniciar as hostilidades.)
15.Bd2 Cd4 16.Cxd4?
Abrindo insensatamente todas as linhas de ataque às peças negras. (Era imprescindível 16.Dd1! seguido de 17 Ce4!)
16...exd4 17.Ce4
Charousek, que tinha um olfato muito fino neste tipo de posições, se apercebe de que a posição está madura, pelo que inicia o ataque de imediato.
17...f3!
"Que diabos acontece aqui?" exclama o rei branco.
18.gxf3??
Deixando o rei "em maus lençóis"! Os bispos negros vão lançar-se agora como flechas! (18.Df1! era a única possibilidade de resistir, ainda que a vantagem negra já seria clara.)
18...Bxh3
Ah! malditos bispos! Traidores!", enfurece-se o rei branco. "À minha guarda! Se me está insubordinando o clero!"
19.Tg1
(Se 19.Cg5 Dh5! 20.Rg1
(20.Cxh3 Dxh3+ 21.Rg1 Dh2+ 22.Rf1 Dh1#) 20...Bh2+! 21.Rh1
(21.Rxh2 Bf1+ 22.Rg1 Bxe2) 21...Bf4!) (19.Bg5 Bf1! 20.Dxf1
(20.Txf1 Dh5+ 21.Rg2 Dh2#) (20.Cf6+ Txf6!) 20...Dh5+ 21.Rg2 Dh2#) (E se 19.Cg3 Tae8! 20.Dd1 Bxg3 21.fxg3 Dxg3 22.Tg1
(22.Te2 Dxf3+) 22...Dh4!)
19...Dh5 20.Tg5
(20.Cxd6 Bf1#)
20...Dh4!
(Não 20...Dh6? 21.Txg7+! Dxg7 22.Tg1)
21.Rg1
(A 21.Cxd6 Bf1+ 22.Rg1 Bxe2)
21...Bh2+!
"Miseráveis! Rufiões! Ireis à fogueira por isso! E vossos filhos bastardos e ilegítimos também!"
22.Rh1
(Se 22.Rxh2 Bf1+)
22...Bf1!
"Deixai minha mulher em paz! Infames! Pervertidos!"
23.Dd1
(Se 23.Dxf1 Bg3+! 24.Rg2 Dh2#) (E a 23.Tg4 Dh5! 24.Tg5 Bxe2! 25.Txh5 Bxf3+ 26.Rxh2 Bxh5)
23...Be2!
As brancas abandonam, pois se
24.Dxe2
(Ou 24.Tg4 Dh5! 25.Tg5 Dxf3+ 26.Rxh2 Bxd1)
24...Bg3+!
impedindo que as brancas possam cobrir-se, mais adiante, com a torre.
25.Rg2 Dh2+ 26.Rf1 Dh1#
"Ah! Malditos velhacos! A partir de hoje serei o maior herege de meu reino. Viva Lutero! Viva Galileu! Viva Sodoma e Gomorra!..."
0-1

Partida no visor

Fonte: http://www.torre21.com/