Home‎ > ‎Partidas de Xadrez‎ > ‎

MATCH PELO CAMPEONATO DO MUNDO - 1972


MATCH PELO CAMPEONATO DO MUNDO - 1972

Fischer x Spassky, 1972  -  Reykjavik


Match pelo Campeonato do Mundo
Gambito da Dama: Variante Tartakower
Comentários: Pablo Moran e S. Gligoric

[ Spassky se une ao público em sua ovação ao vencedor - Outra obra maestra! Três mil pessoas se levantaram para aplaudir o vencedor, e a elas se uniu Spassky. “Viu o que ele fez?”, perguntava “Bobby” uma e outra vez surpreendido. “É um verdadeiro desportista”! (Moran).] 

1.c4 
[ Surpresa! Se excetuarmos o começo de sua carreira, em poucas ocasiões empregou Fischer uma jogada distinta de 1.e4, quando jogava de brancas. Alguém já disse que não se pode ganhar um Campeonato do Mundo jogando somente 1.e4, e Fischer parece comprovar, com uma excelente preparação em toda classe de aberturas (Moran).] 

1... e6 2.Cc3 d5 3.d4 
[Convertendo a abertura inglesa num Gambito da Dama (Moran). O primeiro Gambito da Dama serio de Fischer; não uma completa surpresa (Gligoric).] 




3... Cf6 4.Cf3 Be7 5.Bg5 0-0 6.e3 h6 7.Bh4 
[O mais indicado para manter a tensão central, se 7.Bxf6 Bxf6 8.Db3, seguido de “e4”, não oferece grandes problemas para as pretas (Moran).] 

7... b6 
[Spassky adota a manobra de Tartakower, que já tinha praticado no seu match contra Petrossian, em 1966. Outra possibilidade é 7... Ce5, conhecida como Variante Lasker, e que teve grande popularidade em outras épocas (Moran). Tem sido a defesa mais segura de Spassky no Gambito da Dama (Gligoric).] 

8.cxd5 
[O mais ambicioso, e cuja estratégia se baseia em aproveitar a debilidade das casas brancas na ala da dama das pretas (Moran).] 

8... Cxd5 9.Bxe7 Dxe7 10.Cxd5 exd5 11.Tc1 Be6 
[Superior a 11... Bb7, já que em e6 o bispo tem melhores perspectivas. Enquanto que 11... Db4+ 12.Dd2 Dxd2+ 13.Rxd2, as brancas tem uma notável vantagem posicional (Moran).] 

12.Da4 c5 13.Da3 
[ Para evitar 13... c4, que daria as pretas superioridade de peões na ala da dama (Moran).] 

13... Tc8 
[Até aqui tudo é muito conhecido e se pode encontrar em qualquer livro de aberturas. Na segunda partida do match Petrossian - Spassky, 1966, se jogou 14.Be2 e se chegou a um empate depois de uma interessante luta. Fischer, que estudou profundamente o jogo se seu adversário, tem preparada suas “armas secretas” (Moran).] 





14.Bb5! 
[ E aqui a novidade preparada!, e cujo motivo é debilitar a ala da dama (Moran). Se 14.Be2 a5 15.0-0 Ca6 dxc5 bxc5 17.Cd4 Bd7 18.Bxa6 Txa6 como na partida Petrossian - Spassky, match 1966, com o qual 19.Tfe1 retém alguma iniciativa para as brancas. 16.Bb5 é digno de consideração depois de 14.Be2. Levando a idéia um pouco mais adiante e movendo imediatamente o bispo para b5 é só um progresso metódico das aberturas (Gligoric).] 

14... a6 15.dxc5! 
[ Aproveitando a oportunidade de que não é possível 15... axb5, por 16.Dxa8. Agora se chega a uma posição muito conhecida nesta variante, em que as pretas conta com os peões pendentes de c5 e d5, que o branco deve vigiar para evitar a expansão com d5 (Moran).] 




15... bxc5 16.0-0 Ta7 
[ Para obrigar a retirada do bispo (Moran). 16... Ta7?, Geller, o principal segundo de Spassky, havia sugerido dois anos antes 16...Db7 17.Be2 Cd7² , é tanto que Portisch recomenda 16... Da7 (Gligoric).] 

17.Be2 Cd7? 
[Um erro que as brancas aproveitam magistralmente. Era necessário 17... Rf8, protegendo a dama (Moran). Furman - Geller, Campeonato URSS 1970, seguiu 17... a5 18.Tc3! Cd7 Tfc1±. Se 17... Df8 Ce5 ou 17... c4 18.Dxe7 Txe7 19.Cd4 Cc6 20.Cxe6 fxe6 21.b3!± (Gligoric).] 

18.Cd4! 
[Ao não ser possível 18... cxd4, o cavalo entra em jogo com efeitos devastadores (Moran).] 

18... Df8 
[ ...Df8?, ou Cf8 19.Cb3! melhor para as pretas havia sido 18...Cf6 19.Cb3 c4 20.Dxe7 Txe7 21.Cd4² (Ca5!?) (Gligoric).] 

19.Cxe6 fxe6 20.e4!
[ Agora será o bispo que iniciará uma enorme atividade, pois não se pode aceitar a entrega, já que depois de 20... dxe4, todos os peões pretos ficam muito débeis e facilmente atacados (Moran).] 



20... d4 
[Capitulação posicional (Boleslavsky). Entre jogadas melhores estão 20... Rh8 21.exd5 exd5 22.Bg4 Tb8! 23.Bxd7 Txd7 24.b3 c4!; 20... dxe4; 20... Cf6; 20... c4 21.Dh3 Cc5 22.exd5 exd5 23.Ted1Td8 24.Bf3 Cd6 (Gligoric).] 

21.f4! 
[Começa agora uma implacável operação sobre o rei negro (Moran). Este e o peão de e cortam um amplo campo na posição negra. As brancas tem que analisar as possíveis desviações da dama branca na ala do rei com o que se vê clara a grande superioridade da posição de Fischer (Gligoric).] 

21... De7 22.e5 Tb8 
[ Se 22... Cb6 23.f5 exf5 24.Db3+ (Gligoric).] 23.Bc4 Rh8 [ ou 23... Cb6 24.Db3 (Gligoric).] 

24.Dh3 Cf8 
[ Se 24... Txb2 25.Bxe6 Cf8 26.Bb3 e os peões brancos de e5 e f4 se mostrariam perigosissimos sobre o roque inimigo (Moran).] 

25.b3 a5 26.f5 exf5 27.Txf5 Ch7 28.Tcf1 Dd8 29.Dg3 Te7 30.h4! 
[ Evita Cg5 e prepara tranqüilamente o ataque decisivo. Uma vez mais, Spassky tem que atuar como um mero espectador ante os acontecimentos que se aproxima (Moran). ] 

30... Tbb7 31.e6 Tec7 32.De5 
[Centralizando a dama! Não serve 32... Dxh4, porque 33.Tf8+ levaria ao mate (Moran).] 

32... De8 33.a4 
[ Anulando toda possibilidade de contra-jogo (Moran).] 33...Dd8 34.T1f2 De8 35.T2f3 [ Tateando o adversário antes do golpe definitivo, e ganhando um tempo para jogar Bd3, quando a dama preta está em d8 (Moran).]

35... Dd8 36.Bd3 De8
[ Não 36... Txb3 37.Dxc7! Dxc7 38.Tf8+ com mate (Moran).] 

37.De4 
[ Com a ameaça mortal de 38.Tf8+ (Moran).] 

37... Cf6 38.Txf6! gxf6 39.Txf6 
[ O sacrifício de qualidade é decisivo pela exposta situação do rei preto. Observe que não seria possível com a dama negra em d8, de onde defenderia o peão de f6 (Moran).] 

39... Rg8 
[ A nada conduzia 39... Ta7 40.De5 Tab7 41.Txh6+ Rg8 42.e7, com as ameaças Bc4+ e Dd5+, que não teria defesa (Moran).] 

40.Bc4 Rh8 41.Df4 abandonam 
[ Não há defesa contra as ameaças Tf8+, Th6+ e Dxh6+ (Moran). “Provavelmente a melhor partida do match” (Spassky).]     (1-0)


Fonte: http://partidascomentadas.blogspot.com.br/