Home‎ > ‎Partidas de Xadrez‎ > ‎

TENHO UM GATO CHAMADO XADREZ


TENHO UM GATO CHAMADO XADREZ

Entusiastas do tabuleiro. O ex-campeão mundial Alexander Alekhine está considerado atualmente (e com toda justiça!) como um dos maiores gênios de toda a história do xadrez.
E há que dizer que provavelmente foi o mais completo e polivalente de todos os jogadores devido a seu extraordinário domínio de todas e cada uma das facetas do jogo. 
Em seu tempo, ninguém lhe fez sombra, sendo considerado por todos seus contemporâneos como o indiscutível número 1 (sobretudo quando não se apresentava bêbado para jogar a partida e não urinava pela sala de jogo do torneio). 
Sem nenhuma dúvida, era o melhor e todos o admiravam, o idolatravam, atiravam-lhe flores, o veneravam e beijavam-lhe os pés. "Oh!, grande Alekhine, nos arrastamos ante ti!" reverenciavam-lhe todos. E, claro, em conseqüência disso, Alekhine ia por estes mundos mais inchado que um peru de natal. 
Tudo isso o levou a protagonizar uma conhecida anedota. Em 1935, quando foi organizado em Varsóvia um torneio internacional por equipes, Alekhine jogava como primeiro tabuleiro pela França, já que havia se naturalizado francês. Entretanto, durante a viagem, chegou à fronteira polaca sem passaporte. Quando os funcionários lhe pediram a documentação, Alekhine, inflando o peito como de costume, replicou: "Sou Alekhine, campeão mundial de xadrez. Tenho um gato chamado 'Xadrez'. Não necessito de documentação." E, segundo citam as crônicas, a questão teve que ser resolvida pelas mais altas autoridades. Pequeno personagem!

Alexander Alekhine  x  Rozanov  -  Moscou, 1908

[Richard Guerrero]

1.e4 b6
Rozanov joga contra Alekhine a Defesa do fianchetto de dama.
2.d4 Bb7 3.Cc3
(Muito interessante e cheia de bonitas variantes é a linha 3.Bd3!? f5? 4.exf5! Bxg2 5.Dh5+ g6 6.fxg6 Bg7 Unica! (6...Cf6 7.gxh7+! Cxh5 8.Bg6#) 7.gxh7+ Rf8 8.Cf3!
(Muito melhor que 8.hxg8D+ Rxg8) 8...Cf6
(8...Bxh1 9.hxg8D+ Rxg8
(9...Txg8 10.Cg5! Ameaçando mate em "f7". 10...De8 11.Ch7#) 10.Dd5+ e6 11.Dxa8 ganhando.) 9.Dg6! Bxf3
(9...Bxh1 10.Bh6! Txh7
(10...Bxh6 11.Dxh6+ Rf7
(11...Re8 12.Bg6#) 12.Cg5+ Re8 13.Bg6#) (10...Ce8 11.Df5+! Cf6 12.Bxg7+ Rxg7 13.Dg6+ Rf8 14.Dh6+ Rf7 15.Cg5+ Re8 16.Bg6#) 11.Cg5! decidindo a partida.) 10.Tg1! Txh7
(10...Ce8 11.Bh6! Bxh6 12.Dg8+!) (10...Ch5 11.Bh6! Bxh6 12.Dg8+!) (10...Bg4 11.Txg4! Cxg4 12.Dxg4) 11.Dg3! ameaçando tanto o bispo de "f3" como a torre de "h7" e, consequentemente, também o bispo negro de "g7". 11...Be4 12.Bxe4! Cxe4 13.Df3+ Rg8
(13...Cf6 14.Dxa8) 14.Dxe4 e as negras estão fritas.)
3...e6 4.Cf3 d5?!
Um erro, já que após esta jogada vai ficar "encerrado" o bispo de "b7". (Boas alternativas de pressão ao centro branco eram 4...Bb4!?) (e 4...Cf6!?)
5.Bb5+!
forçando as negras a encerrar seu bispo.
5...c6
A opção menos má. (Perdedoras eram 5...Cd7?? 6.Ce5! Cf6 7.exd5! exd5 8.Bg5!) (5...Cc6?? 6.Ce5! Ce7
(6...Dd6 7.Df3!) 7.Dh5! g6 8.Df3 f5 9.Bg5! Dd6
(9...fxe4 10.Df7#) (9...dxe4 10.Cxe4!) 10.exd5!) (e 5...Bc6? 6.exd5! exd5
(6...Bxb5 7.Cxb5 exd5
(7...Dxd5?? 8.Cxc7+) 8.De2+! Be7 9.Bf4! Ca6 10.Ce5!) 7.De2+! Ce7
(7...Be7 8.Ce5!) (7...De7 8.Bxc6+ Cxc6 9.Cxd5) 8.Bf4!)
6.Bd3 Cf6
(Uma possibilidade a ter em conta é aqui 6...dxe4!? 7.Cxe4 Cf6 8.Cxf6+! gxf6
(8...Dxf6?? 9.Bg5))
7.e5! Cfd7
Sem dúvida, Rozanov pensava em continuar depois com c5, porém Alekhine não vai lhe dar tempo de realizar seu plano.
8.Cg5!
Aproveitando, de imediato, a superioridade de desenvolvimento. A ameaça é Cxe6! seguido de Dh5+.
8...Be7
O melhor, dadas as circunstâncias. (Se 8...h6?? 9.Cxe6!
(ou também 9.Dh5! De7
(9...g6 10.Bxg6!) 10.Cxf7! Dxf7 11.Bg6) 9...fxe6 10.Dh5+! Re7 11.Dh4+! Cf6
(11...Re8 12.Bg6#) (11...g5 12.Bxg5+!) (11...Rf7 12.Dxd8) 12.exf6+ ganhando.) (e se 8...c5?? 9.Dh5! g6
(9...De7 10.Cb5!) 10.Df3 De7
(10...f5 11.Cxe6) 11.Cb5! com demolidor ataque.)
9.Dg4!
Depois desta forte jogada, as negras estão condenadas a sofrer e Alekhine está colocando já uma multidão de ameaças sobre o rei de Rozanov.
9...Cf8?
Perdendo o rumo! Rozanov, que já está bem assustado, vê que não lhe deixam rocar e intenta, com esta jogada, defender-se dos possíveis sacrifícios do cavalo branco. Porém, o curioso do caso, e ainda que pareça mentira, é que nem assim vai evitar! (Tampouco é possível 9...c5? 10.Cxe6! fxe6 11.Dxg7 Tf8 12.Dxh7 com ataque ganhador.) (Talvez a única opção aceitável seja 9...Bxg5!? 10.Bxg5 Dc7 ainda que após 11.Bh4! está claro que as brancas mantém as negras sob uma forte pressão.)
10.Cxh7!
O genial Grande Mestre russo inicia uma sensacional e imprevista combinação.
10...Txh7
(A 10...Cxh7 decide 11.Dxg7)
11.Bxh7 Cxh7 12.Dxg7 Cf8
(Se 12...Cg5 13.h4! Ce4 14.h5! e ninguém pára o peão "h".)
13.h4!
Forçando agora as negras a capturar este peão, já que, do contrário, este avança imparável até a coroação. (Observe-se que as brancas não têm tempo para preparar a saída com 13.g3 já que após 13...c5! 14.h4 cxd4 15.Ce2 d3!?
(ou também 15...Dc8!? 16.Cxd4 Cc6!) 16.cxd3 d4! as negras empreendem um rápido contra-jogo.)
13...Bxh4
(Por outro lado, se agora o negro joga 13...c5 segue 14.h5! cxd4 15.Cb5! com grande vantagem. (Precipitado é 15.h6? dxc3 16.h7 Cxh7
(16...cxb2!? 17.Bxb2 Cxh7) 17.Txh7 Rd7! 18.Dxf7 Cc6!))
14.Txh4!!
O ponto culminante da genial combinação de Alekhine. A dama negra é arrastada à perdição.
14...Dxh4 15.Bg5! Dh1+
(Não há nenhuma boa retirada. Por exemplo, se 15...Dxd4 16.Df6! Com mate imparável em "e7" ou "d8".)
16.Rd2!
(Uma grande torpeza teria sido 16.Re2?? Dh5+! 17.Rd2 Cbd7 e as negras se defendem sem problemas, conservando sua grande vantagem material.)
16...Dxg2
(Claro está que se 16...Dxa1 17.Df6!) (Ou 16...Dh7 17.Df6!)
17.Df6!
O final da bonita combinação de Alekhine. Defende "f2" e ameaça mate em "e7" e em "d8". As negras podiam perfeitamente ter abandonado aqui, pois não dispõem de nenhuma possibilidade de defesa, porém preferiram prolongar sua agonia entregando a dama...
17...Dxg5+
(17...Rd7 18.Dd8#) (17...Cbd7 18.De7#)
18.Dxg5 Cg6
A partida já está ganha, porém é de admirar o modo tão bonito e preciso com que Alekhine arremata agora a posição.
19.f4!
Ameaçando seguir com f5!
19...Ce7
As negras pararam uma via de entrada, porém... (Se as negras intentam prosseguir seu desenvolvimento com 19...Cd7 segue 20.f5! exf5 21.e6!)
20.Th1!
Há outras!
20...Cd7
Apressando-se a cobrir o presumível xeque da torre branca com este recém (e um pouco tardio!) desenvolvido cavalo.
21.Cd1!
O início de uma cavalgadura magistral! (Menos efetivo era 21.Th8+ Cf8 22.Dg7 Cg6)
21...Cf8 22.Ce3! Bc8
Opondo-se a que as brancas continuem agora com f5 e evitando uma das ameaças colocadas pelo cavalo, porém...
23.Cg4!
Não se pode evitar tudo! Que bonito o "buraco" de "f6"! Está pedindo, aos gritos, que alguma boa peça o ocupe... E quem melhor que um formidável corcel!
23...Bd7 24.Th8!
Porém, antes compliquemos mais a vida das negras! Não há pressa em dar xeque se a espera pode repercutir em mais ganhos...
24...Cg6
Este desastre não há quem o evite!
25.Cf6+ Rd8
e agora diz o negro...apetece-lhe um bonito xeque descoberto? (Se 25...Re7 26.Cxd5+! Re8 27.Cc7#)
26.Dxg6!
Não, diz Alekhine. Me apetece mais comer resto das peças que lhe sobram!
1-0

Partida no visor


Fonte: http://www.torre21.com/