Home‎ > ‎100 Livros que Li e Gostei‎ > ‎

AVENTURA NO PÓLO NORTE – Autor: Tomáz Brandolin


AVENTURA NO PÓLO NORTE – Autor: Thomaz Brandolin




Um brasileiro a pé no Pólo Norte, acompanhado apenas por um cão. Temperaturas com sensação térmica de quase 70 graus abaixo de zero. Tempestades de neve, ursos polares na luta constante contra os elementos hostis. Este é o enredo básico desta narrativa emocionante. Thomaz Brandolin e o cão esquimó se lançaram durante quase um mês numa caminhada rumo ao ponto exato onde localiza-se o Pólo Magnético da Terra. Sob as piores condições climáticas, o autor enfrentou o desconhecido, sentiu o fascínio e os terríveis mistérios que atraem aventureiros de todo o mundo à esta região. Um lugar que, em seus silêncios e suas tempestades, guarda histórias de tragédias e atos heroicos.

Thomaz Alberto Brandolin nasceu no dia 23 de fevereiro de 1960, na cidade de São Paulo. O gosto pelas viagens se manifestou cedo e aos dezesseis anos já tinha viajado por todo o Brasil em excursões de turismo. Pouco antes de se formar pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, teve seu primeiro contato com o alpinismo, em 1980, por meio do Centro Excursionista Universitário (CEU), um clube onde ainda hoje se encontram pessoas que praticam alpinismo, canoagem, caminhadas e viagens de aventura em geral. Participou de sua primeira expedição à "alta montanha" em 1982, na Cordilheira Branca, nos Andes peruanos, retornando em 1984, 1991, 1994, 1995, 1997 e 1998. Foi o primeiro brasileiro a alcançar o Pólo Norte (1999). Em 1996, realizou uma expedição solitária ao Ártico. Já efetuou expedições na Antártica: Ilha Rei Jorge (1993) e Ilha Seymour (1990). Foi chefe da I Expedição Brasileira ao Monte Everest (1991) e Monte Makalu (1988).


Sinopse: Durante mais de dois anos, Thomaz Brandolin, preparou a sua viagem rumo ao Pólo Norte da Terra. A viagem dos sonhos de qualquer viajante aventureiro. Seu companheiro de viagem: um cachorro, Bruno. O trajeto: Estados Unidos, Canadá, então as ilhas do oceano Ártico: Missoula, Resolute Bay, entre outras. Temperaturas de até 70 graus Celsius negativos e esquimós como habitantes locais.

Em Sozinho no Pólo Norte, Thomaz Brandolin relata os preparativos de viagem, transcreve partes do seu diário de bordo, descreve e mostra ao leitor as vertiginosas paisagens, relata seu convívio com os esquimós – o povo que vive sob as condições climáticas mais inóspitas do mundo – e conta sobre os pequenos desafios do dia-a-dia assim como acontecimentos inesperados da expedição.

Com mapas e fotografias, Sozinho no Pólo Norte é direcionado para todos aqueles que gostam de relatos de viagens e de narrativas sobre o Homem desafiando os seus limites.


Opinião Pessoal: O autor descreve como foi o processo de preparação para a viagem que fez sozinho, a pé, ao Pólo Norte, partindo do Canadá, além da própria expedição em si. Também resume como foi a segunda expedição ao Pólo Norte, dessa vez com uma equipe, partindo da Rússia. É interessante conhecer um pouco a rotina na região e as dificuldades pelas quais ele passou.
No entanto, senti falta, em alguns momentos, de uma escrita mais contundente e sombria, a lá Hemingway, Conrad e London, que combinasse melhor com as situações ---reais--- de adrenalina e perigo de morte sentidas na pele do explorador brasileiro Thomaz Brandolin, mesmo assim entra para minha lista Top de romances de aventura.


Minha Avaliação: Excelente! Gostei muito!