Home‎ > ‎100 Livros que Li e Gostei‎ > ‎

CAMINHO DO OURO, CAMINHO DO MAR – Autor: Flávio Leão



CAMINHO DO OURO, CAMINHO DO MAR – Autor: Flávio Leão




O caminho do ouro é um livro que descreve muito bem o trajeto do caminho que ia de Diamantina, passando por Ouro Preto e chegava em Paraty. Daí saiam as mercadorias, principalmente o ouro e outros metais preciosos para o Rio de Janeiro, donde partiam para a Europa. O autor vai descrevendo cada passo, cada metro, quilometro, caminho, trilha lugarejo, vila, pedra ou cidade por onde vai passando. Muito detalhado, o livro vai descrevendo, também, as emoções do autor. Embora denso, o livro se assemelha muito a um guia de viagem. Como tal é bom!

"O que conhecemos como Estrada Real é um conjunto de três braços de estradas, sendo que cada um deles tem uma história e um tempo de acontecimento diferentes um do outro. Eles apenas se convergem em Ouro Preto, mas as histórias de cada uma das vertentes dessa estrada, embora coerentes, são independentes", explica o autor.

"O caminho velho, vai de Paraty a Ouro preto. O caminho novo, 200 anos mais tarde, liga o Rio de Janeiro a Ouro Preto e, mais tarde ainda, criou-se um outro percurso de Ouro Preto a Diamantina. Cada um tem um motivo e um tempo. A minha intenção é fazer um livro para cada um desses braços. Agora, falta só o caminho de Ouro Preto a Diamantina", comemora Leão, também autor da obra "De Volta à Estrada Real".

Segundo o autor, a obra mescla pesquisa histórica, dicas para caminhadas de longa distância, e ainda relatos de sua jornada pelas cidades que compreendem o caminho.

"Normalmente, essas caminhadas de longa distância, viagens a pé, se transformam numa busca, envolvendo também o lado espiritual e místico. A ideia é ficar mais próximo da realidade daqueles aventureiros do século XVI, dos bandeirantes. Ao estar no século XXI fazendo a mesma coisa, consigo passar de forma coloquial essas sensações vivenciadas por eles, como passar por trechos de Mata Atlântica nativa, bruta", justifica.


Sinopse: Relato da viagem que o autor fez a pé entre Paraty e Ouro Preto, percorrendo o percurso dos antigos bandeirantes.

O autor, mineiro de Raul Soares (região da Zona da Mata), iniciou suas andanças pelo caminho de Santiago de Compostela em 1995 e, na volta ao Brasil, resolveu estudar os caminhos da Minas Gerais, partindo do Rio de Janeiro a Ouro Preto. A empreitada em terras brasileiras resultou na publicação do seu primeiro livro 'De Volta à Estrada Real', editado em 1999. No ano seguinte, percorreu a pé o sudoeste da Estrada Real, coletando dados e entrevistando pessoas, o que resultou no livro lançado no auditório do Museu.

Na palestra, Flávio apresentou parte de sua experiências e locais que passou, esclarecendo ao público algumas questões geográficas e históricas levantadas que comprovam o grande interesse pelo ouro e diamantes pelos estrangeiros. O autor apresentou algumas fontes primárias já existentes, a exemplo do registro da carta geográfica de Le Père M. Coronelli, que demonstra o mapeamento da região das Minas em 1688, ou seja, antes da data oficialmente divulgada na historiografia oficial que é 1694, quando da chegada na região entre Itaverava e Ouro Branco por Antônio Rodrigues Arzão e, posteriormente, na região de Ouro Preto, com Antônio Dias.


Opinião Pessoal: Trata-se de um livro riquíssimo em informações e detalhes dos caminhos de Minas Gerais; eu me senti caminhando junto com o autor. Recomendo, com louvor!


Minha Avaliação: Espetacular! Imperdível!