Home‎ > ‎100 Livros que Li e Gostei‎ > ‎

FANTASMAS DO EVEREST – Autores: Jochen Hemmleb / Larry A. Johnson / Eric. R. Simonson


FANTASMAS DO EVEREST – Autores: Jochen Hemmleb / Larry A. Johnson / Eric. R. Simonson




Num de seus mais famosos momentos, ao ser perguntado repetidamente por repórteres em Nova Iorque durante uma série de conferências por que motivo ele, Mallory, queria escalar o Monte Everest. Ele replicou a um deles “Porque ele está lá”, frase clássica repetida até hoje no mundo do montanhismo.

Este livro não foi escrito por Mallory, mas tem tudo a ver com o alpinista, porque em 8 de junho de 1924, ele e Andrew Irvine tentaram atingir o topo do Everest pelo passo norte. Na época, o companheiro de expedição Noel Odell afirma tê-los visto às 12 h 50 min na ascensão de uma das rotas principais da crista norte, e “progredindo fortemente para o topo”, mas nenhuma prova pôde demonstrar que eles atingiram o topo. Eles jamais retornaram ao acampamento avançado, tendo sucumbido em algum lugar da montanha.

Este livro foi escrito para desvendar diversos mistérios, não levanta somente a questão se eles subiram ou não o Everest, mas como também teriam morrido – tragados pelo abismo ou cedendo à exaustão?

Livro obrigatório para colecionador e amantes do Everest.


Sinopse: A expedição de Jochen Memmleb, Larry Johnson e Eric R. Simonson, que descobriu o corpo de Mallory, conforme relatada a William Nothdurft. Mallory e Irvine teriam sido os primeiros a conquistar o cume do Everest? Às 12h50mim. do dia 8 de junho de 1924, Noel Odell percebeu dois pontos negros movendo-se sobre a face norte do Monte Everest, as poucas centenas de metros do cume. Ninguém mais veria George Mallory e Andrew Irvine com vida: o montanhista experiente e o noviço talentoso que faziam uma última tentativa de salvar do fracasso a terceira expedição britânica ao topo do mundo. Horas depois, a noite, o vento e a neve envolveram Mallory e Irvine, roubando-os ao mundo e transformando-os num mito persistente. Como teriam morrido? Tragados pelo abismo, ou cedendo à exaustão? E sobretudo: teriam chegado ao cume à força de fibra e a despeito do parco equipamento, antecipando em quase três décadas o feito de Hillary e Tenzing?


Opinião Pessoal: O livro apresenta todos dos fatos da expedição realizada em 1999, que descobriu o corpo de George Mallory, montanhista britânico que junto com Andrew Irvine poderia ter sido o primeiro a alcançar o topo do Everest, em 1924. Entretanto, sempre ficou a dúvida se realmente ele chegou ao cume, já que eles foram atingidos por uma avalanche.


Minha Avaliação: Excelente! Imperdível!