Home‎ > ‎80 Livros que Li e Gostei‎ > ‎

MORTE E VIDA NO K2 - Autor: Graham Bowley


MORTE E VIDA NO K2 - Autor: Graham Bowley

"O relato de um dos maiores desastres na história do montanhismo."



O relato de um dos maiores desastres na história do montanhismo

“A narrativa hábil e cuidadosa de um dia turbulento, contada em tempo real. Fatalidade por fatalidade... devastador.” – New York Times

Com seu formato quase perfeito de pirâmide, o K2 – a segunda maior montanha do mundo, cerca de 240 metros mais baixa que o legendário Everest – seduz alpinistas há décadas. Em 2008, perto do fim de uma breve temporada de escalada, tornada ainda mais curta devido ao mau tempo, dez equipes internacionais – algumas experientes, outras menos preparadas – lotavam os declives perigosos da montanha com seus xerpas e carregadores esperando para subir. 

No dia 1º de agosto, um grupo de experientes alpinistas ergue os braços em comemoração. Tinha acabado de se juntar à elite que já conquistou a mais perigosa montanha do mundo. Enquanto comemoram, um imenso bloco de gelo cai logo abaixo deles e arrasta as cordas fixas. Ainda não sabem, mas serão obrigados a descer na escuridão e sem o apoio das cordas. Dos trinta que partiram, 11 jamais retornarão.

Com um estilo emocionante, Graham Bowley narra toda a tensão e tragédia daquele dia fatídico – histórias de coragem humana, insensatez, sobrevivência e perda devastadora – e nos coloca no interior das mentes daqueles que estavam dispostos a arriscar tudo em busca de uma das realizações máximas do alpinismo. O que os levou a tentar conquistar esse pico? E o que deu errado?

Baseado em exaustivas entrevistas com os alpinistas sobreviventes, xerpas, carregadores e familiares e amigos dos falecidos, Morte e vida no K2 é o incrível relato de um dos maiores desastres da história do montanhismo. 


Resenha publicada no site: www.blogdeescalada.com

Embora seja “esnobado” por grande parte da mídia não especializada e por sites de montanhismo amadores o K2 é talvez das montanhas mais difíceis de ser escalado.

Muito ofuscado pelo circo promovido por agências de turismo em torno do Everest, o K2 sem dúvida é uma montanha que todo escalador de alta montanha de prestígio deseja escalar.

Na histórico de ascensões, a montanha possui uma taxa de sucesso baixa, e uma extensa lista de tragédias em seu currículo.

Após realizar extensas e entrevistas com montanhistas sobreviventes, sherpas, familiares, amigos de pessoas falecidas o autor Graham Bowley elaborou sua obra prima : “Morte e Vida no K2″.

Procurando adotar um estilo pessoal na narrativa da história de uma equipa de escaladores que após conquistar a façanha de atingir o cume, um bloco de gelo se desprende da face da montanha e arrasta suas cordas.

A partir do acontecimento há toda uma tensão em torno da luta pela sobrevivência e que seguramente da equipe de 30 nem todos irão retornar.

Carregando de emoções em cada palavra Graham Bowley consegue prender a atenção de seu leitor até a conclusão de sua obra.

Utilizando também questionamentos sobre as motivações pessoais e profissionais de cada personagem “Morte e Vida no K2″ também funciona como uma reflexão a respeito do espírito aventureiro de cada montanhista.



Opinião Pessoal: Uma fascinante narrativa de uma das histórias mais dramáticas de morte e sobrevivência no montanhismo. Daqueles que começamos a ler e não queremos parar mais. 

Minha Avaliação: Excelente! 

VOLTAR‎