Home‎ > ‎Relatos Peregrinos - II‎ > ‎

Os Melhores dias de minha vida


Kan Chuh
O Caminho de Santiago - Foram os melhores dias da minha vida



Descobri coisas incríveis sobre o meu mundo interior e o mundo exterior. Sobre a vida, a fé e sobre Deus. Nele encontrei coisas que dinheiro nenhum do mundo pode comprar. A sua conta bancaria e o seu status social não te ajudam a caminhar... o seu poder ou o seu cargo de chefia não te ajudam a caminhar... a sua empresa e seus amigos não te ajudam a caminhar... o caminho é feito unicamente por você com as suas duas pernas.

Nunca tive tão pouco e nunca fui tão feliz!

A estrada, o horizonte, as subidas, as decidas, o calor, o frio, a chuva, o sol, as florestas, as planícies, as vilas, as igrejas, os albergues e os peregrinos nos leva a um mundo diferente do nosso dia a dia. Um mundo esquecido, que nos foi prometido quando éramos um menino puro de 4 anos.

O desapego às coisas materiais, a dor, a força de vontade, o suor, as dúvidas, a mãe TERRA, o badalo das igrejas... vivo intensamente o tempo presente... o tempo parou!

Das florestas de Roncesvalles as mesetas de Leon&Castilha... das montanhas do Cebreiro as matas da Galícia... Posso caminhar o mundo! Um dia estarei no Sahara, no Himalaia, na Nova Zelândia, no Aconcágua, na Torres del Paine, na Antártica...

Os amigos, as pessoas que amamos, a nossa família, a fé no que virá, a esperança, a força interior, as festas, os amores, as aventuras, os erros, o bem e o mal que um dia fizemos, as nossas vitórias, as nossas derrotas, o passado e o futuro, o que poderia ter sido, o que queremos fazer no futuro, a nossa vida inteira passa pelos nossos pensamentos...




Os amigos peregrinos que conhecemos no caminho são como jardins secretos que do nada aparecem e enchem a nossa vida de flores e ao deixar eles para trás sabemos que em algum lugar eles sempre estarão nos esperando com flores. Talvez a gente não veja nunca mais estes jardins secretos... temos que cuidar bem dos nossos jardins secretos... as flores que cultivamos neles são únicas no mundo...

No Caminho de Santiago o meu corpo foi premiado com a saúde e a minha alma com Deus.

Um dia, no alto de uma montanha, parei para descansar. Estava comendo um pão seco com água e olhando o mundo ao meu redor. Vi a natureza exuberante, vi a minha mochila com tudo que eu realmente precisava na vida, vi a mulher que eu amo... e a felicidade me invadiu como a luz do amanhecer invade a escuridão da noite.

Foram 732 Km em 30 dias por um caminho mágico onde fui abençoado na igreja em Roncesvalles e fui abençoado novamente na Catedral de Santiago de Compostela... chorei muitas vezes no caminho... como um dia chorou São Francisco de Assis e milhares de outros peregrinos antes de mim...

Foram 732 Km em 30 dias de absoluta felicidade e simplicidade de um pequeno peregrino no Caminho de Santiago de Compostela.





(*) Texto Original publicado no Portal Peregrino: www.caminhodesantiago.com.br