3º dia: ANDRADAS/MG a SANTA RITA DE CALDAS/MG – 35 quilômetros


3º dia: ANDRADAS/MG a SANTA RITA DE CALDAS/MG – 35 quilômetros

Aventurar-se causa ansiedade, mas deixar de arriscar-se é perder a si mesmo. Aventurar-se no sentido mais amplo é, precisamente, tomar consciência de si próprio.” (Kierkegaard) 


Com a Marlene e o Wagner, no café da manhã, antes de iniciar a etapa desse dia.

O percurso do dia seria longo e difícil, dessa forma, deixamos o local de pernoite exatamente às 4 h, seguindo por ruas frias e ventosas, em direção à saída da cidade.

No entanto, faço questão de frisar: fomos agraciados com um estupendo café da manhã preparado pela Silmara e o Wagner, que não mediram esforços em nos ajudar, embora precisassem levantar às 3 h 30 min.

Isto sim, para nós peregrinos, faz a grande diferença nas hospedagens.

Dois quilômetros percorridos em bom ritmo, quando a iluminação urbana se findou, acionamos nossas lanterna e prosseguimos em frente decididos.

Incrivelmente, num céu claro, podíamos divisar à nossa frente a lua brilhante, já em seu terceiro dia de fase quarto crescente.

Caminhando em bom ritmo e respirando o ar puro da madrugada, depois de 4 horas, passamos por Ibitiúra de Minas, onde fizemos uma pausa numa padaria para tomar café e adquirir água.

Prosseguindo em frente, em alguns locais, encontramos barro e lama no caminho, além de árvores e galhos caídos, face às chuvas torrenciais que desabaram sobre a região no dia anterior.

Por conta desse evento, a temperatura não alcançou patamares tão elevados, o que auxiliou nosso deslocamento pelas serras das Gerais.

Assim, com calma e algum cuidado, pudemos encerrar nossa derradeira jornada sem maiores intercorrências.

Por ser oportuno, quero deixar consignado um agradecimento especial a minha “Companheira de Viagem”, a Marlene Arruda, pelo seu denodo, simpatia e excelente desempenho físico, fatores que colaboraram, decisivamente, para o sucesso de nossa peregrinação.

Algumas fotos do percurso desse dia:


Mais um dia amanhecendo... um privilégio reservado àqueles que perseveram nas trilhas...


À nossa esquerda, paisagens maravilhosas...


Igreja matriz da cidade de Ibitiúra de Minas/MG.


Paisagens surreais...


Em forte ascenso.. a Marlene aparece, abaixo, à esquerda, firme na trilha...


Do topo do morro, visão da cidade de Ibitiúra de Minas/MG.


Nessa singela igrejinha, pudemos repor nosso estoque de água. Está localizada no ponto de maior altimetria dessa etapa.


De ambos os lados da trilha, paisagens de tirar o fôlego..


Verde, em variadas tonalidades, para onde se olhe... um colírio!


Em forte descenso, sob sol forte e céu azul.


Quase chegando, a Marlene me acompanha com muito fôlego..


Chegamos! Gratidão, Marlene, pela companhia e força!


Igreja matriz de Santa Rita de Caldas. Desde a sua praça central.

RESUMO DO DIA:

Tempo gasto, computado desde o Villa Pastre Hotel, em Andradas/MG até o Granville Hotel, em Santa Rita de Caldas/MG: 7 h 10 min.

Clima: Fresco, no início da jornada, depois sol forte e calor abrasador.

Pernoite no Granville Hotel – Apartamento individual excelente – Preço: R$60,00

Almoço no Restaurante do Biguá e Dona Fiinha: Excelente – Preço: R$18,00, pode-se comer à vontade no sistema self-service.