30 COISAS QUE NÃO SE DEVE FAZER NO CAMINHO DE SANTIAGO DE COMPOSTELA


30 COISAS QUE NÃO SE DEVE FAZER NO CAMINHO DE SANTIAGO DE COMPOSTELA 

Créditos a: http://www.aquelesqueviajam.com de Naiara Back (Publicitária, curiosa por natureza e viciada em redes sociais. Acredita que é viajando que se vivem as melhores experiências da vida e que se descobre que a vida tem outros sentidos).




O Caminho de Santiago de Compostela é daquelas coisas que se pode fazer uma centena de vezes na vida e continuar descobrindo coisas novas e se surpreendendo todas as vezes. E nunca um caminho será como o outro.

Não importa os motivos pelo qual caminha (promessa, aventura, religião, etc), o que importa é a autorreflexão e a superação que acontece naturalmente durante os dias de caminhada. No final de 100, 200, 500 ou 800 km perceberá que o Caminho de Santiago de Compostela é daquelas experiências que impulsiona a seguir com outros caminhos da vida!

Há certas coisas que, em hipótese alguma devem ser feitas no Caminho de Santiago de Compostela. Descubra quais são e “Bom Caminho!”. 




1 – Não se estresse tentando seguir um planejamento à risca. No Caminho de Santiago de Compostela, isso é impossível. A melhor opção é deixar o caminho guiar seus passos.

2 – Faça o tema de casa: estude o caminho, selecione, leia e assista alguns filmes a respeito da história do Caminho de Santiago de Compostela. Ou então descubra tudo isso na prática.

3 – Não tenha medo de fazer o caminho sozinho. Há muitos peregrinos pelo Caminho de Santiago de Compostela! Encontrar companhia para caminhar será o mais simples e fácil.

4 – Não use a falta de preparo físico para deixar de fazer o Caminho de Santiago. A partir do primeiro passo, vem o compromisso para os seguintes. Tudo é possível!

5 – Não fique parado olhando os ponteiros do relógio movimentando-se. Todo dia é dia de peregrinação até Santiago! 




6 – Não se esqueça de verificar a previsão do tempo. A região da Galícia é bastante chuvosa no período de outono e inverno. Em algumas partes do caminho, como o Caminho Francês de Santiago, além da chuva há neve!

7 – Não esqueça de providenciar a Credencial do Peregrino. É possível encontrá-la nos postos de turismo e nas catedrais ao preço de (aproximadamente) 2€.

8 – Se não quer ser confundido como um simples caminhante, lembre-se de comprar no primeiro lugar que encontrar a concha vieira – símbolo do Caminho de Santiago e prendê-la na mochila. Ao longo da Idade Média, sem Compostela impressa e assinada pela igreja, a concha de vieira passou a ser considerada uma prova de que alguém realmente havia cumprido a peregrinação.

9 – Não pode esquecer de levar tampões de ouvidos, principalmente se for dormir em albergues municipais. Além do barulho – entra e sai de peregrinos nos quartos – há sempre quem ressone ou ronque enquanto dorme. O cansaço faz isso!

10 – Dormir moído e acordar inteiro é quase um ritual do Caminho de Santiago. Para aliviar as dores há alguns truques como relaxante muscular, spray para dores musculares e emplastro térmico. Não esqueça deles na nécessaire!




11 – Não seja vítima da natureza. Aprenda a conviver com ela: protetor solar para rosto e corpo, chapéu, capa de chuva, calçado impermeável, meias de caminhada, bastão de caminhada… tudo isso ajuda a sobreviver da forma mais confortável possível!

12 – Não compre acessórios para estrear no Caminho de Santiago de Compostela. Compre, mas use-os, pelo menos uma vez – com exceção do calçado de caminhada que deve ser usado muitas vezes antes de iniciar a caminhada.

13 – Não leve a vida dentro da mochila e nem muito dinheiro. Exercite o desapego e aprenda a viver com menos! O Custo do Caminho de Santiago resume-se em hospedagem e alimentação. A hospedagem mais acessível é o Albergue Municipal (aproximadamente 6€) e a alimentação pode ser preparada na cozinha do albergue e compartilhada com outros peregrinos.

14 – Evite dormir sempre em hospedagens privadas. Elas são acessíveis e muito mais confortáveis do que os albergues municipais, mas é lá que estão todos – pelo menos a maioria dos peregrinos. Experimente, pelo menos uma vez!

15 – Em alguns albergues municipais o pagamento é feito através de donativos. Pague o que puder e o que achar justo pela experiência. 




16 – Não caminhe mais do que seis horas. Deixe uma parte do dia para explorar a cidade onde irá dormir. Há sempre uma praça, museu, avenida, igreja, monumento interessante para conhecer!

17 – Se tem receio de não aguentar a quilometragem pretendida, não reserve hospedagem. É possível encontrar quartos em albergues privados, pensões, casas e até hotéis para peregrinos por processos acessíveis.

16 – É necessário parar para descansar no meio do caminho. Não deixe de aproveitar os locais para relaxar em parques, jardins, praças, praias…

18 – Não se esqueça que o Caminho de Santiago é uma caminhada e não uma corrida. A tartaruga conhece melhor o caminho que uma lebre!

19 – Escolha pelo menos um dia para começar a caminhada de madrugada, quando as luzes da cidade ainda estão acesas. A vista ao amanhecer, especialmente em meio a natureza é incrível!

20 – Não compre muitos alimentos e água para o dia da caminhada sem calcular quantos quilômetros pretende caminhar. Água e alimentos transformam-se em peso extra na mochila! 




21 – Não esqueça de fazer um piquenique em meio a natureza num ou em todos os dias da caminhada. Se puder, faça num lugar onde há outros peregrinos fazendo o mesmo.

22 – Vale a pena fazer refeições em restaurantes de peregrinos, mas também na cozinha do local onde está hospedado. Cozinhar é um ato de amor!

23 – Não passe despercebido pelo Caminho de Santiago de Compostela. Deixe a sua marca através de uma mensagem inspiradora aos que virão por este mesmo caminho.

24 – Não fique preocupado com sinal de rede e acesso à internet. Aproveite esta caminhada para desconectar e conectar-se a vegetação, aldeias históricas, peregrinos e toda a atmosfera do Caminho de Santiago.

25 – Não caminhe com um mapa ou com um GPS. Há sinalização em diversas formas pelo Caminho de Santiago. Mas se, se perder ou se ficar em dúvida a respeito do caminho, fique à vontade para fazer perguntas. Os moradores adoram ajudar.




26 – Não fique irritado ou frustrado se, eventualmente se perder pelo caminho. Para se encontrar é necessário se perder!

27 – Não esqueça de reparar nos outros peregrinos e no modo como cada um faz o caminho: sozinho, acompanhado, a pé, de bicicleta, com carro de apoio… há sempre o que aprender com os outros!

28 – Se quiser chegar em Santiago de Compostela para a missa do peregrino, que acontece todos os dias às 12:00h, não esqueça de chegar cedo à cidade para guardar sua mochila, bastão de caminhada e outros pertences na Loja do Peregrino.

29 – Não se esqueça de retirar a Compostela, o certificado emitido pela Oficina do Peregrino que testemunha a peregrinação até Santiago de Compostela!

30 – Não fique apenas com uma experiência do Caminho de Santiago de Compostela. Escolha outro caminho para explorar!