1ª dia: JACUTINGA/MG a INCONFIDENTES/MG – 39 quilômetros


1º dia: JACUTINGA/MG a INCONFIDENTES/MG – 39 quilômetros


"Deus responde à prece à sua própria maneira, não à nossa.” (Mahatma Gandhi)


SEDECON de Jacutinga: Marco zero do Caminho da Prece. São 4 h 45 min, estou partido!

Chovera com razoável intensidade na noite anterior, e quando me levantei às 3 h 45 min e saí para observar o céu, encontrei-o cravejado de estrelas, sinal de que o dia seria de muito sol, como previa a meteorologia.

Minha intenção era partir às 4 h 30 min, porém, resolvi postergar essa meta em 15 minutos, e não me arrependi.

Assim, conforme fora combinado no dia anterior, antes de iniciar a caminhada, pude ingerir dois copos de café espesso, forte e capitoso.

E, às 4 h 45 min, animado, deixei o local de pernoite e dei início à minha peregrinação, embora o dia só fosse clarear 2 horas mais tarde.

Então, girei à direita e segui caminhando em direção ao prédio que abriga a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico – SEDECON de Jacutinga, vez que ali está situado o “Marco Zero” do Caminho da Prece.

No local, fiz fotos, me persignei, depois dei início à minha “viagem” a pé.

Um quilômetro e trezentos metros à frente, assim que terminou o piso asfáltico e rareou a iluminação urbana, adentrei em terra, acionei minha potente lanterna de mão e, destemido segui em frente.

Cento e vinte minutos mais tarde, percorridos 10 quilômetros, o dia clareou, mas permaneceu opaco, com muita neblina no entorno.

Tal situação me favoreceu, pois o clima prosseguiu hidratado e frio, ideal para caminhar.

Nesse pique, segui sem maiores obstáculos e fui sobrepujando as distâncias, num ritmo cadenciado e constante, mas confortável.

Apenas, às 9 h e 45 min, quando restavam 11 quilômetros para finalizar o percurso desse dia, o sol, finalmente, conseguiu perfurar o espesso bloco de nuvens que o envolvia e passou a crestar com vigor.

Fiz, então, algumas pausas para hidratação, o que contribuiu para que meu vigor permanecesse íntegro e, sem maiores intercorrências, aportei em Inconfidentes, exatamente, às 12 h.

Uma hora depois, enquanto eu almoçava, revi o Igor que chegava naquele instante.

À tarde, conforme combinado, nos reunimos no bar do Maurão para um agradável bate-papo, regado a cervejas e pastéis.

Antes, no entanto, fiz uma profícua visita para agradecimento e orações na igreja matriz de Inconfidentes, cujo padroeiro é São Geraldo Majela.

ALGUMAS FOTOS DO PERCURSO DESSE DIA:


Muita cerração e frio no entorno.


Caminho silencioso e deserto.


O caminho em agradável descenso....


O p
rimeiro cruzeiro do Caminho da Prece. Clima nublado e fresco.


Igrejinha de São Francisco. Céu nublado..


A cerração prossegue..


Igrejinha do bairro de Peitudos, cujo padroeiro é São Sebastião.


Caminhando próximo do Haras Talismã.


Segundo cruzeiro do Caminho da Prece.


Saindo do asfalto e adentrado ao bairro Ponte Preta, cuja sede é Ouro Fino/MG.


Estrada plana, localizada entre belíssimas chácaras.


Sol forte e céu azul....


O caminho prossegue belíssimo, pleno de muito verde.


Paisagens de encher os olhos...


Caminho sem sombras, mas com paisagens imorredouras.


Quase chegando ao destino, um trecho sombreado.


Terceiro cruzeiro do Caminho da Prece.


Interior da igreja matriz de Inconfidentes, cujo patrono é São Geraldo Majela.


No bar do Maurão, com o seu proprietário, o fantástico Xará e o Igor.


No bar do Maurão, com o meu Xará Oswaldinho: um brinde à saúde!!


Nossa Senhora Aparecida, a vossa benção e proteção!

RESUMO DO DIA:

Tempo gasto, computado desde o prédio do SEDECON, localizado em Jacutinga/MG, até a Pousada Martinelli, localizada em Inconfidentes/MG: 7 h 15 min

Clima: frio e nublado de manhã, ensolarado, após as 10 horas, com temperatura variando entre 17 e 26 graus.

Pernoite na Pousada Martinelli – Apartamento individual excelente – Preço: R$60,00

Almoço no Restaurante Martinelli - Excelente! – Preço: R$31,90 o Kg, no sistema self-service.