Home‎ > ‎Cam da Divina Providência‎ > ‎

10º dia: CAMPOS DO JORDÃO/SP a PEDRINHAS (GUARATINGUETÁ/SP) - 28 quilômetros


10º dia: CAMPOS DO JORDÃO/SP a PEDRINHAS (GUARATINGUETÁ/SP) - 28 quilômetros

Pela Vossa Imaculada Conceição, ó Maria, purificai o meu corpo santificai a minha alma!




Eu já conhecia de sobejo essa etapa, pois seria a 11ª que eu descenderia pela Estrada de Pedrinhas.

Assim, como forma de agilizar nossa empreitada daquele dia, adentramos num táxi que, depois de percorrer 16 quilômetros, nos deixou diante do portão do Horto Florestal de Campos de Jordão, às 5 h da manhã.

Após os acertos monetários e rápida pausa para checagem de nossos equipamentos, demos início à etapa do dia.

Tudo ainda estava escuro, de forma que seguimos com nossas lanternas ligadas.

Prosseguimos sempre em bom ritmo, pois a baixa temperatura e a umidade proveniente da mata que nos envolviam, propiciavam um clima ideal para a caminhada.

Depois de percorrer 9 quilômetros, já em campo aberto, ladeados pelas pastagens da Fazenda Lavrinhas, atingimos 1966 metros de altitude, o local de maior altimetria do Caminho da Fé.

Três quilômetros adiante, transitamos diante da belíssima Pousada Santa Maria, que também atende peregrinos.

Mais 500 metros percorridos, principiamos a descender, ininterruptamente.

Duzentos metros abaixo, encontramos uma comitiva, composta de 12 cavaleiros, aguardando que o caminhão que lhes dava apoio fosse resgatado por um trator, pois o motorista se perdera numa curva fechada e não conseguiu se desvencilhar de um enorme buraco.

Seguimos adiante e, no vigésimo quilômetro percorrido, transitamos pelo famoso bairro Gomeral, cuja sede é Guaratinguetá.

Alguns quilômetros adiante, adentramos em asfalto e, caminhando sobre ele, às 11 h 40 min, nos hospedamos na Pousada do Sr. Agenor, meu velho conhecido.

Como das vezes anteriores, ali me senti em casa, tamanha a hospitalidade que a família Rodrigues dispensa aos peregrinos, mormente Dona Maria e sua filha Elen Cristina.

Após a ingestão de um saboroso almoço, me recolhi para um merecido descanso.

Depois, o restante da tarde e o início da noite se resumiu em confraternizações, boa prosa e muitos brindes, regados a goles de cerveja e uma boa cachaça “da casa”, enquanto assistíamos a um jogo válido pela Copa do Mundo de Futebol.

Algumas fotos da etapa desse dia:


Estrada de Lavrinhas. A Sônia vem à minha retaguarda..


Finalmente, o sol aparece...


Esrtada de Pedrinhas... é preciso dizer mais?


Vista do bairro Gomeral desde o alto da serra.


O Pedrão, à direita, o cartão postal do bairro Gomeral.


Quase chegando ao asfalto..


Pousada do Sr. Agenor: Um local mágico! Recomendo, com efusão!


Com a Elen Cristina, uma simpatia sem igual!

RESUMO DO DIA: Tempo gasto, computado desde o Portão do Horto Florestal, em Campos do Jordão/SP, até a Pousada do Sr. Agenor, localizada no distrito de Pedrinhas/Guaratinguetá/SP: 6 h 50 min.

Clima: frio e nebuloso, no alto da serra, depois, ensolarado, com temperatura variando entre 12 e 23 graus.

Pernoite na Pousada do Sr. Agenor: Atendimento excelente! – Apartamento simples, com café da manhã e mais 2 refeições – Preço: R$100,00

Para visualizar essa trilha, gravada no Wikiloc, acesse: https://pt.wikiloc.com/trilhas-trekking/horto-de-campos-de-jordao-a-pedrinhas-26157262

IMPRESSÃO PESSOAL: Uma etapa longa e extremamente difícil, principalmente, em face de sua parte final: um profundo e extenso descenso. Porém, todo o trajeto é feito em meio a exuberante natureza, com preciosas vistas, para qualquer lado que se olhe. De se ressaltar, no entanto, que o atendimento na Pousada do Sr. Agenor, compensa qualquer dissabor suportado na jornada.


 11º dia: PEDRINHAS (GUARATINGUETÁ/SP) a APARECIDA/SP - 22 quilômetros