EPÍLOGO


EPÍLOGO

"Que as gotas da chuva molhem suavemente o seu rosto,

Que o vento suave refresque seu espírito,

Que o sol ilumine seu coração,

Que as tarefas do dia não sejam um peso nos seus ombros,

E que Deus envolva você no manto do Seu amor.

(Prece Irlandesa)




OS CAMINHOS - MUITOS LUGARES - DIFERENTES PROPÓSITOS

(Autor desconhecido)

As motivações que impulsionam alguém empreender uma caminhada são, na maioria das vezes, de caráter estritamente subjetivo.

Pode ser por desejo de peregrinação religiosa, ou por uma introspecção psicológica, ou para produzir um enriquecimento cultural, ou por identificação à história daquele caminho, ou por aventura, ou por lazer.

Enfim, qualquer uma das razões, ou por todas, poderá brotar uma sensação de bem-estar interior, de euforia, semelhante ao encontrado quando alguém termina uma tarefa com sucesso.

Ao agregar o desejo de caminhar à história daquele caminho, surgem as motivações necessárias para se conduzir ao objetivo final, numa vivência especial, sem desistência.

O gesto de caminhar de forma lenta e repetitiva proporciona a sensação de que algo possa acontecer, e cada passo representa um momento importante à conquista.


Caminho da Prece: Paisagens imorredouras...


FINALIZANDO...

"Que a estrada se abra à sua frente,

Que o vento sopre levemente em suas costas,

Que o sol brilhe morno e suave em sua face,

Que a chuva caia de mansinho em seus campos,

E, até que nos encontremos, de novo...

Que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!

(Prece Irlandesa)


Hora de agradecer a Nossa Senhora do Carmo pelas bençãos auferidas! 
(Créditos: Oswaldo Francisco Bueno)

É interessante o efeito que uma trilha exerce sobre quem a percorre. 

Ao avaliar essa parte final percebo, mais uma vez, que não há alegria por sentir que a senda está chegando ao fim, mas uma sensação de vazio, de retorno à frieza do cotidiano na cidade grande. 

No Caminho de Santiago ocorre isso com as pessoas. 

Primeiro uma angústia vai tomando conta, depois vem um desejo de que a vereda não termine nunca...

Um elo misterioso nos liga às trilhas, a um passado que a raça humana finge ter esquecido. 

É cono se tivéssemos sido transportados para um outro planeta sobre o qual sabemos muito pouco. 

Uma vez ali, estamos afastados da confusão da cidade grande, das cobranças, o que faz com que haja um retorno a uma outra época, quando o homem saía para caçar, deixando na caverna a família. 

Não sei por que, mas as pessoas que vivem ao longo das trilhas dão sempre um tratamento especial aos que caminham. 

Até os cachorros fazem amizade e costumam acompanhar o andarilho por quilômetros a fio. 

Ninguém vê no caminhante senão uma pessoa simples, inofensiva.

Seria que pela ausência do automóvel? Ou de outra tecnologia qualquer, que tanto afasta o homem do seu caminho natural?

Caminhar é um ato primitivo, inocente, desprovido de qualquer maldade. 

Caminhar por um longo trajeto é buscar em encontro consigo mesmo, com a origem da espécie. 

Com Deus? 

O caminhante termina por se descobrir. 

Com certeza, esta é a razão porque todos os caminhantes se reconhecem e passam a fazer parte de uma família. 

Caminhos foram feitos para aproximar os homens. 

Talvez, por isso, Cristo tenha dito: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida”. 

(Flávio Leão, escritor e caminhante, depois de percorrer a Estrada Real a pé, desde Paraty/RJ até Ouro Preto/MG)


Caminho da Prece: Meu sexto Diploma, que guardarei com muito orgulho e carinho, pelas bençãos alcançadas durante minha peregrinação!

Bem a propósito, ao encerrar mais um Caminho da Prece, me sinto um ser privilegiado, porquanto, sou mais uma pessoa a confirmar o epíteto de que caminhar não só faz bem à saúde, mas, principalmente, ao espírito.

Visto que, enquanto os quilômetros se escoam sob nossos pés, podemos nos interiorizar e perceber Deus mais próximo de nós.

Aliás, os cenários estupendos desse roteiro, a todo momento nos remetem a ELE, o único SER que poderia ter pincelado de maneira tão rica e marcante as exuberantes e bucólicas paisagens que nos surpreendem a cada curva desse trajeto mágico.

De minha parte, retorno vitorioso e revitalizado!

Assim, que sobrevenham novos desafios, porém, antes de tudo, que DEUS e NOSSA SENHORA DO CARMO sejam louvados, SEMPRE! AMÉM!


Bom Caminho a todos!

Fevereiro/2018


VOLTAR