Home‎ > ‎Circuito CostaVerde & Mar‎ > ‎

FINAL


FINAL




A Costa Verde & Mar, localizada na região centro norte do Estado de Santa Catarina, se consolida como região turística detentora de inúmeras opções de lazer e entretenimento para todos os públicos, belezas naturais, exuberantes, gastronomia típica e temática, manifestações culturais variadas, compras e muito mais.

Situada no litoral norte catarinense, a apenas 83 km da capital, Balneário Camboriú conquistou espaço como um dos destinos turísticos mais procurados e desejados do Brasil. Modernas construções se unem às belezas naturais para apresentar o que a capital catarinense do turismo tem de melhor: belas, praias, prédios contemporâneos, gastronomia, vida noturna e Mata Atlântica.

Boa infraestrutura urbana, índices de saúde comparáveis aos de países europeus, tranquilidade e segurança conquistam quem chega à Balneário Piçarras. Com localização privilegiada, às margens da BR-101 e próxima dos principais centros de lazer e compras do Estado, a cidade combina belezas naturais, desenvolvimento e qualidade de vida.

Bombinhas, península do litoral norte de Santa Catarina, é considerada um verdadeiro santuário natural. Cercada por baías, costões, enseadas e por mais de 30 belas praias compostas por belezas diferentes, o município tem como sua maior fonte de renda o turismo, que atualmente é à base de sustentação da cidade.

Já Camboriú, está estrategicamente localizado, as margens da BR-101, entre Balneário Camboriú, Itajaí, Itapema e Brusque – com 211 km² de extensão sendo 177 km² de área rural – dispõe de recantos e belezas naturais, cachoeiras, pousadas rurais, pesque-pague e trilhas.

O município de Ilhota é conhecido como a Capital Catarinense da Moda Íntima e da Moda Praia, título recebido do governo estadual pela grande quantidade de empresas dedicadas ao setor.

Considerada o maior centro pesqueiro e principal exportadora de produtos congelados do Brasil, a cidade de Itajaí mistura o forte ritmo das atividades portuária, comercial e universitária ao turismo, com suas praias mundialmente conhecidas, povo hospitaleiro e rica cultura, atrativos que encantam os visitantes.

Localizada em um cenário litorâneo com belas paisagens e com a natureza exuberante da Mata Atlântica, Itapema divide seu charme natural com a efervescência de uma cidade com construções modernas e vida própria, onde não faltam opções de lazer o ano todo.

Navegantes herdou de seus colonizadores açorianos a tradição pela pesca e construção naval. É o terceiro maior centro de captura e beneficiamento de pescados da América Latina, exportando para o mundo, além de possuir o Terminal Portuário de Navegantes, um dos mais modernos do país.

Penha é uma cidade que congrega lazer, história, gastronomia, natureza e clima de vila de pescadores. A natureza foi generosa com a cidade: são 19 distintas e lindas praias distribuídas em 31 km de orla marítima. Você pode desfrutar de paisagens singulares, tranquilidade e sossego junto ao mar.

Porto Belo está localizada na bela e privilegiada região norte do litoral catarinense. A escolha do nome da cidade se deu pelas paisagens magníficas, que reúnem a beleza das praias e a preservação da mata atlântica, aliados aos costumes herdados dos colonizadores açorianos e preservados com o passar dos anos.

Fonte: https://costaverdemar.com.br/novo/cicloturismo/



FINALIZANDO...

Não é fácil atravessar o portão da nossa casa. Existe uma força que tenta nos manter na cidade, no dia-a-dia. A ferocidade dessa força é também a personificação do nosso medo de partir para uma jornada significativa. É fácil partir em férias, tudo é planejado para que tenhamos dias previsíveis, confortáveis e seguros. Mas em uma longa caminhada é diferente, somos convidados a penetrar no silêncio do nosso ser. Muitas situações podem levar o peregrino a desistir da viagem: a exaustão física produzida pelas distâncias percorridas, a solidão que não está habituado, comida estranha, o desconforto de algumas hospedagens. A grandeza da jornada está justamente em relevar esses pequenos detalhes, não esperar que as condições sejam inteiramente favoráveis, para descobrir depois que as alegrias são maiores que os pequenos desconfortos.” 




Você já ouviu alguma vez a famosa frase de Hipócrates: “Andar é o melhor remédio para o homem”?

Sem dúvida, uma caminhada é, de longe, uma das mais aconselháveis alternativas para quem busca melhorar a saúde do corpo e da mente de uma só vez, posto que tal exercício é leve, prático e, também, desenvolve os músculos do corpo e ajuda a acalmar o estresse do cotidiano.

Sua grande vantagem está no fato de ser uma atividade que envolve riscos cardíacos irrelevantes, baixo impacto para as articulações e, salvo quadros clínicos mais delicados, trata-se de um exercício não só acessível, como recomendável para todas as pessoas.

Porquanto, além de ativar a circulação sanguínea, a caminhada ajuda a queimar calorias, o que é importante para manter o peso sob controle.

Combinados, todos esses fatores ajudam a reduzir as taxas de colesterol, que, quando altas, estão diretamente relacionadas aos quadros de hipertensão e, consequentemente, aos AVCs (derrames) e às doenças coronarianas, em geral. 


Vibrando muito, após concluir minha odisseia!

Pois bem, foi pensando nessa atividade saudável para o corpo e a mente, que viajei ao Estado de Santa Catarina, a fim de percorrer o Circuito Costa Verde & Mar e não me arrependi, vez que encontrei paisagens deslumbrantes, povo hospitaleiro e visualizei um litoral magnífico, pleno de praias paradisíacas e trechos preservados da Mata Atlântica.

E, embora eu caminhasse com uma mochila de 7 quilos às costas, tentei imitar os cicloturistas quanto às etapas propostas e consegui.

No entanto, face às grandes extensões a serem sobrepujadas diariamente, confesso que, mesmo com toda a minha experiência de caminheiro contumaz, passei algum apuro ao longo do trajeto.

Para um leigo ou alguém sem nenhum preparo físico, poderia ter redundado num autêntico desastre.

Interessante é que depois de mais um teste dessa magnitude, conclui que sou muito mais forte do que pensava e que há sempre um jeito de expandir nossos limites, de vencer nossos medos e limitações.

Para encerrar, na etapa final, depois de Ilhota, fui presentado com múltiplas paisagens e cenários originais, além de interessantes lições de vida e gratificantes diálogos com os moradores pelo percurso.

Não por menos, o aporte final à praça central da cidade de Camboriú, local de onde eu partira, encheu-me de orgulho e satisfação.

Em minha mente, plena de emoção e júbilo, o assunto começou a derivar para o futuro... “eu poderia fazer, na sequência, aquele outro caminho...”

E eu, ainda, nem havia deixado o ponto de chegada....

Bom Caminho a todos! 

Outubro/2019